Topo

MMA

Retorno de Tibau dura 57s e Brasil passa em branco no preliminar do UFC 220

Mike Lawrie/Getty Images
Imagem: Mike Lawrie/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

20/01/2018 23h59

A volta de Gleison Tibau ao UFC após a suspensão por doping durou apenas 57 segundos. Presente na primeira luta do card preliminar do UFC 220, neste sábado (20), o brasileiro não resistiu a um direto do russo Islam Makhachev no rosto e foi nocauteado logo no início do combate.

Tibau não subia ao octógono desde a derrota para Abel Trujillo, em novembro de 2015. O brasileiro vem de uma suspensão de dois anos pelo uso da substância eritropoietina (EPO), hormônio que controla a produção de células vermelhas do sangue.

Pantoja também é derrotado

Alexandre Pantoja foi o segundo brasileiro a entrar no octógono no UFC 220. Diante do americano Dustin Ortiz, o The Cannibal fez uma luta bastante equilibrada, mas acabou perdendo por decisão unânime dos jurados.

O brasileiro começou bem a luta. No chão, passou a trabalhar em busca da finalização. E esteve muito próximo de conseguiu um mata-leão. Mas mesmo recebendo diversos socos na cabeça, o norte-americano se livrou do pior e terminou o round atacando o brasileiro.

O segundo round teve o americano com mais domínio sobre o combate. Ao conseguir levar o brasileiro para o chão, Ortiz trabalhou os golpes na região da cabeça e não teve dificuldades para controlar o assalto.

O equilíbrio no último round deixou o duelo em aberto. Mesmo com Pantoja dominando o início do terceiro assalto, os jurados concluíram que a parte final foi suficiente para Ortiz sair vitorioso. Após uma tentativa de chave de braço do brasileiro, o norte-americano saiu da situação incômoda para um pequeno domínio no final do round.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!