Topo

MMA

Sueco tem costela quebrada e, às lágrimas, vence brasileiro no UFC

Diego Ribas / Ag. Fight
Sueco Jack Hermansson chora após vencer brasileiro com costela quebrada Imagem: Diego Ribas / Ag. Fight

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

12/05/2018 20h50

Em luta dramática pelo peso-médio do card preliminar do UFC 224, no Rio de Janeiro, o sueco Jack Hermansson venceu o brasileiro Thales Leites por nocaute mesmo após ter quebrado a costela ainda no primeiro round. Com a vitória, o estrangeiro desabou em lágrimas, num misto de dor e emoção.

“Eu quebrei minha costela no primeiro round e foi difícil continuar. Thales é um grande lutador, mas eu aprendi aquela defesa na minha primeira aula de Jiu-Jitsu com o meu treinador. Eu tenho o melhor ground and pound do mundo. Quando eu acerto, não tem para ninguém”, declarou o sueco.

Hermansson vinha desde o início sofrendo uma série de golpes que buscavam o estrangulamento. Quando muitos achavam que o sueco fosse “apagar” no octógono, ele deu uma reviravolta e, no terceiro round, conseguiu sair da situação de risco. Aplicando fortes socos no rosto do brasileiro, ele obteve a vitória e seu choro de alívio pode ser ouvido no ginásio.

Brasileiro vence e divide torcida com críticas a Lula

O brasileiro Warlley Alves venceu o russo Sultan Aliev no peso-meio-médio por decisão médica, no segundo round do card preliminar do UFC Rio 9, e causou polêmica. Em seu discurso após a luta, ele fez duras críticas ao ex-presidente Lula e dividiu a torcida entre aplausos e vaias. Na entrada no octógono, o lutador havia inflamado o público com o hino nacional e a bandeira do país. 

Leandro Bernardes/ Ag Fight
Warlley Alves comemora vitória com bandeira do Brasil. Discurso causou polêmica Imagem: Leandro Bernardes/ Ag Fight

Nas outras lutas do card preliminar, o brasileiro Markus Maluco venceu James Bochnovic pelo peso-médio. Em seguida, o também brasileiro Alberto Miná subiu ao octógono e não teve chances com o russo Ramazan Emeev no peso-meio-médio, sendo derrotado por decisão unânime dos juízes após três rounds.

O brasileiro Davi Ramos, no peso-leve, não tomou conhecimento de Nick Hein e, utilizando-se de seu ponto forte, o jiu-jitsu, deu um mata-leão e venceu por finalização no primeiro round. 

Entre os pesos pesados, o brasileiro Júnior Albini começou bem o duelo aplicando golpes em Alexey Oleynik que fizeram o rosto do russo sangrar. No entanto, quando a luta foi para o chão, o estrangeiro encaixou um estrangulamento "Ezequiel" e venceu. 

César Mutante "apaga" americano

Entre os peso-médio, o brasileiro César Mutante aplicou um "katagatame" no americano Karl Roberson e levou o adversário ao desmaio. Uma equipe de médicos entrou no octógono rapidamente e acordou o lutador.

Após a vitória, Mutante desafiou seu compatriota Paulo Borrachinha:

"Borrachinha, seu 'pela-saco', não esqueci de você, não. Eu vou te quebrar todo!".

O UFC Rio 9 terá como lutas principais Amanda Nunes, defendendo o cinturão contra a americana Raquel Pennington; a despedida de Victor Belfort dos octógonos, contra o também brasileiro Lyoto Machida; Ronaldo Jacaré x Kelvin Gastelum; John Lineker x Bryan Keheller e Mackenzie Dern x Amanda Cooper.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!