Topo

MMA

Casado com modelo, lutador do UFC teve de ensinar filho a não socar amigos

Ana Carolina Silva/UOL
Lutador do UFC, Sam Alvey posa para foto com a mulher, Brittany McKey Sullivan, e o filho mais novo Imagem: Ana Carolina Silva/UOL

Ana Carolina Silva

Do UOL, em São Paulo

21/09/2018 04h00

Desde que o mundo é mundo, crianças gostam de imitar as atitudes de seus pais. Os filhos dos lutadores do UFC não são diferentes, mas levantam preocupações que não surgem em outras profissões: como ensinar aos seus filhos que não é certo bater nos amigos se é isso o que faz o pai, uma das duas figuras de exemplo da casa?

"O nosso filho mais velho acabou de começar o jardim de infância. No primeiro dia, as crianças treinaram jiu-jitsu. Ele realmente socou os amigos no rosto. Então nós temos de explicar que não é para socar os amigos no jiu-jitsu! É difícil", disse Brittany McKey Sullivan, modelo e mulher do lutador Sam Alvey, em entrevista ao UOL Esporte.

"Eles nunca fazem isso de forma maldosa, mas é inevitável que vejam o que eu faço na minha carreira. E eles amam o que faço, então tentam imitar. Quando o mais velho começou a treinar jiu-jitsu, eu disse que, pelas regras do esporte, ele não pode socar, só estrangular", afirmou o atleta norte-americano, aos risos, destacando a ironia do ensinamento paterno.

O casal norte-americano é honesto quando os três herdeiros perguntam sobre a profissão do pai. "Nós dizemos que ele soca os amigos no rosto. Então ele só está indo para mais um dia no trabalho, onde vai socar mais um amigo no rosto", completou a moça, vencedora da 11ª temporada do reality show "America's Next Top Model", dos EUA.

Ela também treina artes marciais. "Estou perto dele desde o amanhecer até o pôr do sol, conheço toda a agenda. Nós coordenamos tudo e, juntos, decidimos o que fazer", explicou a modelo. "Obviamente, precisamos lidar com as três crianças", completou, no exato momento em que tentava ajeitar no colo o pequeno Crosby, o mais novo de seus três filhos.

Bruno Riganti/AGIF
O lutador Sam Alvey, do UFC, não parou de sorrir nem ao encarar Rogério Minotouro Imagem: Bruno Riganti/AGIF

Sam Alvey será o adversário de Rogério Minotouro no card principal do UFC SP, que acontece neste sábado (22), no Ginásio do Ibirapuera. "Eu amo a ideia desta luta. Vou enfrentar um dos maiores de todos os tempos, um cara que todos neste esporte respeitam e amam ver lutar", destacou. Nem mesmo a torcida brasileira o preocupa.

"Eu mal posso esperar para ouvi-los! 'Uh, vai morrer' [Sam diz a frase em português, mas com sotaque muito carregado] é o que cantam, não é? Podem cantar, vou adorar cada segundo", comentou. Sua postura sorridente contrastou com a do filho Crosby, que se assustou com a quantidade de jornalistas presentes no media day, na quinta (20), e chorou.

No entanto, para o alívio dos pais, o garotinho até posou para a foto que abre esta reportagem. Quem parece estar muito feliz no Brasil é Brittany, principalmente porque pode provar nossa gastronomia sem se sentir culpada. "O Sam subiu uma divisão de peso, então não preciso me sentir mal sobre comer perto dele", divertiu-se.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!