Topo

MMA


B.J. Penn é finalizado pela 1ª vez em 17 anos no UFC 232; brasileiro perde

Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images
B.J. Penn e o momento no qual foi finalizado por Ryan Hall no UFC 232 Imagem: Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images

Vinicius Castro

Do UOL, em Inglewood (EUA)

2018-12-29T23:46:36

29/12/2018 23h46

O lendário B.J. Penn ficou ainda mais próximo da aposentadoria na noite deste sábado (29). O havaiano, que jamais havia sido finalizado na carreira, perdeu para Ryan Hall através de uma belíssima chave de calcanhar no UFC 232, em Inglewood (EUA). Foi a sexta derrota consecutiva de um dos integrantes do Hall da Fama da franquia, a primeira vez na qual perdeu nessas condições. 

Ele estreou no MMA em 4 de maio de 2001. O cartel agora é de 16 vitórias, 13 derrotas e dois empates. Abalado, B.J. deixou rapidamente o octógono após o anúncio do triunfo adversário. Na luta seguinte, o brasileiro Douglas Silva de Andrade perdeu para o russo Petr Yan por nocaute técnico e nem sequer voltou para o terceiro round.

A luta de B.J. Penn

Os gritos da torcida não foram suficientes para que B.J. Penn quebrasse o jejum de oito anos no UFC. Ex-campeão de duas categorias, o havaiano partiu para cima de Ryan Hall nos primeiros momentos do combate, mas foi surpreendido com uma finalização espetacular.

B.J. sofreu rápido bote nas pernas e viu Hall aplicar uma chave de calcanhar que o fez bater rapidamente. Ele saiu do octógono mais uma vez sem vencer. É a rotina desde que iniciou a ciranda de se aposentar e recuar na decisão. Aos 40 anos, o futuro do ex-campeão segue indefinido.

"Foi uma grande experiência. Ele é um dos meus herois dentro do MMA. Eu tenho trabalhado por um bom tempo essa finalização com os meus treinadores e pude executá-la bem", celebrou Hall.

Douglas D' Silva sofre nocaute técnico

Sean M. Haffey/Getty Images
O brasileiro Douglas Silva de Andrade perdeu por nocaute técnico no UFC Imagem: Sean M. Haffey/Getty Images
Pela categoria peso galo, o brasileiro Douglas Silva de Andrade foi batido pelo russo Petr Yan. Ele até viveu bons momentos no começo do confronto, mas sucumbiu diante da superioridade do adversário.

Especialmente no segundo round, Douglas sofreu um verdadeiro massacre e por muito pouco a luta não foi interrompida. Ele sobreviveu ao encerramento da etapa, mas não aos companheiros de equipe. 

Bastante machucado, o brasileiro teve o retorno ao combate impedido pelo seu estafe e foi declarado derrotado por nocaute técnico. Sangrando muito, Douglas passou cabisbaixo em direção aos vestiários.

"Homem ambulância" consegue nocaute avassalador

Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images
Uriah Hall acerta soco para nocautear Bevon Lewis no UFC 232 Imagem: Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images
Na terceira luta da noite, o norte-americano Uriah Hall conseguiu um nocaute espetacular sobre o compatriota Bevon Lewis. O "homem ambulância" sofria com o adversário e equilibrou as ações no segundo round. No terceiro assalto, um contragolpe garantiu o triunfo para delírio do público. 

Hall acertou em cheio o queixo de Lewis, que caiu desacordado a 1m32s do round final. Na comemoração, o vencedor citou a irmã: "Não lutei por mim. Lutei por ela, que está com depressão. Eu te amo, o mundo não seria o mesmo sem você", disse, emocionado.

UFC 232 
29 de dezembro de 2018, em Inglewood (EUA)

Card principal

Meio-pesado: Jon Jones venceu Alexander Gustafsson por nocaute aos 2m02s do 3º round
Pena: Amanda Nunes venceu Cris Cyborg por nocaute aos 51s do 1º round
Meio-médio: Michael Chiesa venceu Carlos Condit por finalização aos 56s do 2º round
Meio-pesado: Corey Anderson venceu Ilir Latifi por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28)
Pena: Alex Volkanovski venceu Chad Mendes por nocaute técnico aos 4m14s do 2º round

Card preliminar

Pesado: Walt Harris venceu Andrei Arlovski por decisão dividida (27-30, 29-28 e 29-28)
Pena: Megan Anderson venceu Cat Zingano por nocaute técnico a 1m01s do 1º round
Galo: Petr Yan venceu Douglas D'Silva por nocaute técnico aos 5m do 2º round
Leve: Ryan Hall venceu B.J. Penn com uma chave de calcanhar aos 2m46s do 1º round
Galo: Nathaniel Wood venceu Andre Ewell por finalização aos 4m12s do 3º round
Médio: Uriah Hall venceu Bevon Lewis por nocaute a 1m32s do 3º round
Médio: Curtis Millender venceu Siyar Bahadurzada por decisão unânime (29-28, 29-28 e 30-27)
Galo: Montel Jackson venceu Brian Kelleher por finalização a 1m40s do 1º round