Topo

MMA


Minotouro é nocauteado no 1º round e Pitbull perde por pontos no UFC Rio

Leandro Bernardes Lopes/Ag. Fight
Brasileiro Rogério Minotouro é nocauteado pelo americano Ryan Spann no UFC 237, no Rio de Janeiro Imagem: Leandro Bernardes Lopes/Ag. Fight

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

2019-05-12T00:10:40

12/05/2019 00h10

O experiente lutador Rogério Minotouro, irmão de Rodrigo Minotauro, sentiu hoje (11) as diferenças que tinha para o americano Ryan Spann e, após levar um soco no queixo, desmontou no octógono da Jeunesse Arena, no Rio de Janeiro, e foi nocauteado ainda no 1º round na disputa dos meio-pesados do UFC 237. Thiago Pitbull, por sua vez, fez uma luta mais franca contra o argentino Laureano Staropoli, mas foi derrotado por pontos no duelo dos meio-médios.

Idade e altura fazem diferença contra Minotouro

Rogério Minotouro sentiu as diferenças de idade e de altura para Ryan Spann. Os adversários estavam separados por 15 anos (42 contra 27) e o brasileiro era 10 centímetros mais baixo que o americano.

De maneira avassaladora, Spann partiu para cima de Minotouro e não tomou conhecimento do veterano, desferindo golpes e o levando a nocaute aos 2m07s do primeiro round após uma sequência de socos. O brasileiro chegou a ficar desorientado para se levantar no octógono.

"Esse homem é uma lenda, então queria lutar com respeito. Sei que ele é capaz de qualquer coisa, então apesar de eu ser favorito para vencer no papel, eu sabia que ele poderia surpreender. Eu sabia que o machuquei com a mão direita, então sua defesa mudou. Eu joguei de novo, acertei um uppercut e venci", explicou Spann.

Argentino fez apenas a segunda luta no UFC

Enquanto o também veterano Thiago Pitbull, de 35 anos, fez sua 37ª luta no UFC, o argentino Laureano Staropoli, de 26 anos, realizou apenas o seu segundo combate na organização. Na estreia, venceu Hector Aldana no UFC Fight Night 140.

Veja como foi o UFC 237, neste sábado (11), no Rio de Janeiro:

Card principal

Peso-palha: Jessica Bate-Estaca (BRA) vence Rose Namajunas (EUA) aos 2m58s do segundo round
Peso-médio: Jared Cannonier (EUA) venceu Anderson Silva (BRA) por nocaute técnico aos 4m47s do primeiro round
Peso-pena: Alexander Volkanovski (AUS) venceu José Aldo por decisão unânime (triplo 30-27)
Peso-meio-médio: Laureano Staropoli venceu Thiago Pitbull por decisão unânime (30-27, 30-27, 29-28)
Peso-galo: Irene Aldana (MEX) venceu Bethe Correia (BRA) por finalização aos 3m24s do terceiro round

Card preliminar

Peso meio-pesado: Ryan Spann (EUA) venceu Rogério Minotouro (BRA) por nocaute aos aos 2m07s do primeiro round
Peso-leve: Thiago Moisés (BRA) vence Kurt Holobaugh (EUA) por decisão unânime (30-26, 30-26, 30-27)
Peso-meio-médio: Warlley Alves (BRA) venceu Sérgio Moraes (BRA) por nocaute no terceiro round
Peso-leve: BJ Clay Guida (EUA) venceu BJ Penn (HAV) em decisões por pontos (29-28, 29-28, 29-27)
Peso-mosca: Luana Dread (BRA) venceu Priscila Pedrita (BRA) por pontos
Peso-galo: Raoni Barcelos (BRA) venceu Carlos Huachin (PER) por nocaute técnico aos 4m49s do segundo round
Peso-galo: Viviane Araújo (BRA) venceu Talita Bernardo (BRA) por nocaute aos 48s do terceiro round