UOL Esporte Natação
 
26/03/2010 - 22h41

Leonardo de Deus bate Thiago Pereira em Medellín; Brasil leva 8 ouros

Do UOL Esporte
Em São Paulo

O Brasil conquistou oito vitórias no primeiro dia de finais da natação dos Jogos Sul-Americanos em Medellín, na Colômbia. Foram 15 medalhas (8 ouros, 4 pratas e 3 bronzes), com destaque para Leonardo de Deus, que surpreendeu o favorito Thiago Pereira e subiu no lugar mais alto do pódio nos 200 m costas.

LEONARDO SUPERA O FAVORITO THIAGO

  • Satiro Sodré/Divulgação CBDA

    Leonardo de Deus comemora a vitória na água...

  • Satiro Sodré/Divulgação CBDA

    ... e é cumprimentado por Thiago Pereira no pódio

Leonardo terminou a prova com o tempo de 2min02s00, superando Thiago, recordista brasileiro, que ficou em segundo, com 2m02s13. O colombiano Juan López levou o bronze e fez a festa da torcida local com 2min06s36.

“O Thiago é muito bom e, sempre que ele cai na piscina, se pensa na sua vitória. Mas se eu não acreditar em mim, quem vai acreditar? Nadei bem em meu primeiro Sul-Americano Absoluto e estou muito feliz e esperançoso de ajudar o Brasil com mais medalhas”, disse Leonardo, melhor nadador do Sul-Americano Juvenil de 2009, na Argentina.

Além de Leonardo e Thiago, o Brasil teve mais duas dobradinhas no topo do pódio. Nos 50 m peito feminino, as medalhas foram decididas por apenas um centésimo de segundo. Ana Carla Carvalho foi a vencedora com 32s66, enquanto Alessandra Marchioro veio a seguir, com 32s67.

“Nadei mal nas eliminatórias, quando fui lerda na saída. Mas agora fui bem, principalmente na transição da parte submersa para a superfície”, disse Ana Carla.

Nos 800 m livre masculino, Lucas Kanieski surpreendeu o recordista sul-americano da prova, Luis Rogério Arapiraca. Lucas fez 8min09s81 e superou as marcas de campeonato e da Odesur. Arapiraca marcou 8min16s93, longe de sua recorde continental: 7min58s20.

Joanna Maranhão, em boa fase, levou três ouros nas três provas que disputou. Na primeira, nos 400 m livre, venceu com 4min13s79 (recorde de campeonato sul-americano). Ela brilhou em sua principal prova, o medley, desta vez nos 200 m, com 2min17s07, deixando para trás a arquirrival argentina, Georgina Bardach, medalhista olímpica, que levou a prata com 2min19s53.

O terceiro ouro de Joanna veio no revezamento 4x200m livre, aberto por Tatiana Lemos, seguida de Daynara de Paula, Sarah Correa, e encerrado pela pernambucana, com o tempo de 8min24s85.

Nos 100 m borboleta, Daynara de Paula confirmou o bom desempenho das eliminatórias e venceu em 1min00s44, deixando o bronze para Daiene Dias, 1min02s27. Nos 100 m peito masculino, vitória de Felipe França Silva, em 1min02s87, enquanto João Gomes Júnior ficou em terceiro lugar, 1min03s82.

Na primeira prova do dia, Glauber Silva foi prata nos 50 m borboleta, atrás do favorito Albert Subirats, da Venezuela. Glauber fez 24s22, enquanto Subirats venceu em 23s66. Nos 200 m livre, Nicolas Oliveira ficou com o bronze, com 1min51s51.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host