Esporte

Ana Marcela Cunha conquista ouro inédito para o Brasil no Mundial de natação

EFE/BARBARA WALTON
Após perder vaga em Londres-2012 nos 10 km, brasileira deu a volta por cima nos 25km Imagem: EFE/BARBARA WALTON

Do UOL Esporte

Em São Paulo

23/07/2011 08h14

Ana Marcela Cunha conquistou na madrugada deste sábado a primeira medalha de ouro do Brasil no Mundial de natação que acontece em Xangai, na China. A brasileira venceu a prova da maratona aquática de 25 km com 5h29m22. A primeira posição da nadadora baiana representa o primeiro ouro da natação feminina do Brasil em mundiais.

VEJA ÁLBUM COM AS MUSAS DO MUNDIAL

  • CBDA e Getty Images

    O UOL Esporte selecionou as mais belas atletas do Mundial de natação que acontece em Xangai, na China. CONFIRA QUEM SÃO AS GATAS

O resultado é também um retorno do Brasil ao pódio da maratona aquática. Em 2009, em Roma, Poliana Okimoto havia conquistado o bronze na prova que é considerada uma das mais desgastantes da natação. Neste sábado, a segunda posição ficou com a alemã Angela Maurer (5h29m25) e o bronze com a italiana Alice Franco (5h29m30).

A medalha de ouro foi uma verdadeira volta por cima da nadadora de apenas 19 anos, uma vez que Ana Marcela havia perdido a vaga para Londres-2012 na prova dos 10 km. No primeiro dia de competições em Xangai, a brasileira terminou em 11º lugar, a apenas uma posição de garantir a participação no Jogos na capital inglesa. "Depois que eu perdi a vaga para Londres o dia foi horrível e as horas demoravam para passar. Mas quando nadei ontem [sexta], eu vi que tava bem para a prova de hoje. Eu treinei bastante pra representar o melhor possível o Brasil", afirmou Ana Marcela.

Curiosamente, esta foi a primeira vez que a baiana disputou uma prova nesta distância e se aproveitou da condição de não ser uma das favoritas. "Eu deixei todo mundo nadando a vontade e só fiquei ali no pelotão principal. Acho que fui a zebra da prova e estou muito feliz. Agora está tudo doendo, mas depois de conquistar a medalha a gente até esquece disso", disse.

ALTA TEMPERATURA DA ÁGUA VOLTA A CAUSAR POLÊMICA

A temperatura da água voltou a ser motivo de discussão na natação. A prova dos 25 km foi marcadas por desistências e queixas sobre o calor da água. Seis nadadores desistiram de competir antes mesmo da largada e outros nove abandonaram a competição no meio.

Segundo a Reuters, a equipe alemã apontou que a água estava a 32 graus. No ano passado, Fran Crippen, dos EUA, morreu em prova em Dubai e uma das suspeitas foi de que o atleta sofreu de exaustão por conta da temperatura da água.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo