Esporte

Após ganhar ação, empresário diz que Rebeca Gusmão "inventa muita coisa"

Reprocução/Record
Rebeca ganhou R$ 60 mil na Fazenda Imagem: Reprocução/Record

Leandro Carneiro

Do UOL, em São Paulo

24/11/2016 06h00

O empresário Bruno Silvério Santos e a ex-nadadora Rebeca Gusmão foram à Justiça para resolver o problema de um contrato entre os dois. O agente a acusa de não pagar pelos seus serviços. Em sua defesa, a ex-atleta diz que ele nunca foi seu empresário. Em decisão na quinta vara civil de Brasília, Rebeca foi condenada a pagar 35% do cachê do reality show A Fazenda (R$ 60 mil) para o empresário. Mas, ela irá recorrer da decisão.

Bruno acusa Rebeca de não ter recebido pelos trabalhos prestados para a ex-nadadora. Entre eles, a negociação para a entrada no reality. Em contrapartida, a ex-atleta nega que ele tenha participado do acordo e que sua função era estritamente de assessoria de imprensa.

“O Bruno nunca foi meu empresário, se ele insistir em ficar falando que é eu vou entrar com processo em cima dele, meu contrato com ele era de assessoria de imprensa e nada mais. Junto com ele, eu possuí uma assessoria em São Paulo e uma no Rio, nunca tive contrato de exclusividade com assessoria. Meu empresário na época se chamava Carlos Madrulha, de São Paulo, e com esse sim, eu tinha contrato exclusivo de empresário. Como mudo muito de celular, o primeiro contato que a Record teve com a fazenda foi com o telefone que eles conseguiram falar. Na época, eles pegaram na Record com o programa do Legendários e era do Bruno. O Bruno se aproveitou da situação e disse que ele conseguiu a Fazenda. Eu já sabia que não porque em anos anteriores eu já tinha sido cotada, mas por conta da depressão não fui. Ele insistia em dizer que todo contato só podia ser através dele e quando eu consegui contato direto com as responsáveis do programa só confirmei isso que ele não teve nada a ver, que foi apenas o número que elas haviam conseguido”, disse Rebeca ao UOL Esporte.

De acordo com Bruno, Carlos Madrulha fez trabalho com Rebeca a partir de julho de 2015, depois que o contrato com A Fazenda já estava assinado.

“A gente tinha um contrato e ela nunca cumpriu contrato. Sobre a Fazenda, eu mandei e-mail para eles em 2014, para produtores, sugerindo Rebeca e outros artistas que eu trabalho. Em fevereiro de 2015, eles entraram em contato comigo. Foi a Denise, da Record, que recebeu meu e-mail e viu que Rebeca era perfil interessante. Negociamos de fevereiro a junho, que foi quando ela assinou o contrato com a Record. Depois que assinou, ela mudou totalmente. Ela passou a ficar mentindo. Falando que não tinha recebido ainda. Ficava inventando história. Foi para os Estados Unidos, gastou o que não podia, ficou ostentando lá. Eu fui responsável pelas mídias que saíram dela de 2014 a 2015”, se defendeu Bruno.

Como prova de sua situação, Rebeca usa um contato direto que recebeu da produção da Record devido a sua história no esporte. Do outro lado, Bruno diz que Rebeca tirava os contatos dele das redes sociais dela, o que dificultava o contato direto entre os interessados em trabalho com ele.

Recurso

Rebeca diz acreditar que a derrota no processo aconteceu devido a um problema em sua defesa. “Esse processo só perdi porque o advogado responsável da época perdeu alguns prazos de provas documentais. Com certeza (vou recorrer). Eu nem estava muito por dentro porque minha atenção estava toda para gravidez e não queria me irritar com esse tipo de gente aproveitadora. Mas agora estou com uma das melhores advogadas de Brasília”, se defendeu.

Atuação durante o programa

Rebeca também questiona a dedicação de Bruno durante o reality show, quando suas redes sociais não fizeram campanha para sua permanência na Fazenda. “Se ele se diz tão no direito, por que quando eu estava lá dentro ele não ficou aqui fora fazendo fã clube, virando a noite em votação? Ele ficou falando mal de mim, indo em programas me denegrir. Só acho engraçado isso. Quero esse trabalho também, colocar meu celular nas redes sociais de famosos, todo mundo ligar pra mim é eu ‘arrotar’ dizendo que consegui”, falou.

Ele acusa a ex-nadadora de ter mudado as senhas, o que impediu que ele tivesse qualquer atuação virtual. “Eu criei todas redes sociais, nunca postei nada ofendendo ela, sempre postei coisas de trabalho. Antes de entrar na Fazenda, ela mudou todas as senhas e me bloqueou nas redes sociais. Eu não fiz nada, só fiquei de boa. Só entrei na Justiça, que era meu direito. Ela inventa muita coisa”, finalizou Bruno.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo