Topo

Esporte


Joanna Maranhão ironiza Felipe França após processo: "Estou c..."

2019-05-04T18:28:22

04/05/2019 18h28

A ex-nadadora Joanna Maranhão ironizou, hoje, o também nadador Felipe França, que registrou uma queixa-crime contra a pernambucana. Joanna, por sua vez, deu entrada para acionar o paulista na Justiça. Eles tiveram um bate-boca na web em 20 de março.

No documento lavrado por Felipe na polícia, o nadador acusa Joanna de ofendê-lo moralmente nas redes sociais. Ao UOL Esporte, Joanna disse, ontem, não ter sido notificada. Ela acusou Felipe de fazer menção indireta a um trauma da nadadora, que foi vítima de abuso sexual na infância cometido por um então professor de natação.

Hoje, a ex-nadadora usou suas redes sociais para falar sobre o caso e relembrar do abuso sexual. "Eu trouxe a minha história à tona sobre o abuso sexual em 2008. Aconteceu comigo no ano de 1996. Quem conhece a minha história sabe tudo que aconteceu, e no ano de 2008 eu trouxe à tona. Nesse ano, eu tinha 21 anos de idade, o crime já havia prescrito, ou seja, não havia crime. Era só a minha palavra contra a dele. Eu e minha mãe fomos processadas por ele por calúnia e difamação", disse.

"Em 2018, o último recurso deste homem acabou, ele perdeu o processo. Tem a lei que leva o meu nome, que não me contempla, porque leis não são retroativas, mas ajuda um monte de gente. Eu tenho a minha ONG, melhorei meu tempo nos 400 medley, enfrentei CBDA, enfrentei Coaracy (Nunes, ex-presidente da CBDA), eu sou perfeita? Não sou perfeita, mas eu já passei por cada rolê tão pesado na minha vida. Ano passado eu fiquei grávida, perdi", disse Joanna no Instagram.

No Twitter, ela falou sobre a confusão com França. "Vocês acham mesmo que eu vou deitar ou dar importância a processo de Felipe Franca? Por favor, né? Vamos gastar energia com quem ou o que importa", escreveu.

"Estou cagando para processo de Felipe França e para quem mais duvidar de tudo isso. Eu tenho um puta orgulho de ter chegado até aqui, sabe? E isso tem que significar muito pra mim e pra mais ninguém", acrescentou.

Entenda o caso

Em 20 de março, Joanna e Felipe trocaram farpas no Twitter após a Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos aprovar provas de 50m nos estilos para os Campeonatos Brasileiros Infantil de Inverno e Verão de natação.

Assim que a decisão foi anunciada, Joanna definiu como "pior decisão possível". "Incentivo a provas não olímpicas e especialização precoce (um de nossos maiores problemas). Qual país estimula isso na base? Nenhum", escreveu.

Na sequência, uma seguidora usou de ironia para concordar com Joanna, mas França entendeu que ela estava contrária à posição da nadadora. E a partir daí os dois começaram a se atacar nas redes.

"Para isso eles não têm resposta, né? Que pena. Acredito que precise ter tudo sim. A maioria de medalha em mundiais é nas provas de 50 metros. Em vez de ajudarem, essas pessoas [que criticam] só atrapalham", escreveu o nadador, que foi rebatido por Joanna.

"Ah, França, tu és tão burro que não entende que o 'método sumida' [seguidora que fez a postagem] estava concordando comigo. Tu és incapaz de desenvolver um raciocínio lógico, quanto mais entender o que é bom para natação a longo prazo", escreveu Joanna.

França, então, fez um comentário que irritou Joanna, criticando a ida da nadadora ao programa Dancing Brasil, da Record, apresentado por Xuxa. "E você entende o que é bom para natação a longo prazo? Para acabar que nem você, de atleta que é contra pedofilia foi parar no programa da Xuxa, que quando mais nova fazia atos sexuais com crianças. Me poupe, Joanna, para de xingar os outros e cuida da sua família um pouco".

"França, vai tomar no c... Tu és burro e um filho da p... de marca maior. Xuxa foi abusada na infância. Mas do que adianta pedir empatia e compreensão de evangélico fundamentalista que mal sabe escrever português? Não me dirija a palavra e vá à merda. Não se meta no meu trabalho", escreveu Joanna, sendo respondida pela última vez por França.

"Não sei se é você mesma ou uma assessoria escrevendo por você, Joanna. Mas é deste jeito que você quer que seja o futuro da natação? Todos com boca suja e mal-educados? Com certeza não será e eu não vou deixar", completou França.

Mais Esporte