UOL Esporte UOL Esporte
UOL BUSCA

02/10/2007 - 13h01

Primeiro ouro brasileiro em Pan-Americanos morre em Marília

Da Redação
Em São Paulo
Tetsuo Okamoto, medalha de ouro nos 400 m e 1500 m livre dos Jogos Pan-Americanos de 1951, morreu nesta terça-feira em Marília, cidade em que nasceu e sempre morou. O ex-nadador tinha 75 anos e foi também medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de 1952 (Helsinque) nos 1500 m.

Arquivo Folha
Tetsuo Okamoto nos Jogos Pan-Americanos de 1951, disputado em Buenos Aires (ARG)
LEIA MAIS SOBRE O PAN DE 1951
Okamoto tinha problemas renais e, nos últimos anos, fazia hemodiálise freqüentemente. Ele faleceu na madrugada desta terça-feira de insuficiência respiratória e cardíaca. O sepultamento será às 17 horas, no cemitério Getsémani, em São Paulo.

O presidente da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos, Coaracy Nunes Filho, decretou luto de três dias e pede às 27 Federações filiadas que nas competições realizadas neste final de semana seja feito um minuto de silêncio em homenagem à Tetsuo Okamoto, que com suas glórias nas piscinas de todo o mundo, abriu as portas para a popularização da natação no Brasil.

A medalha de ouro no Pan de 1951, o primeiro da história disputado em Buenos Aires, foi o primeiro também do Brasil na competição. Na época, na volta da capital argentina, o nadador recebeu uma grande festa na sua cidade natal, Marília. Houve cortejo de carro aberto e premiações ao novo herói brasileiro. Na mesma hora, porém, ladrões assaltavam sua casa, levando vários pertences.

Hospedagem: UOL Host