UOL Olimpíadas
BUSCA




RECEBA O BOLETIM
UOL ESPORTE
 

Michael Johnson (EUA)
EFE

Johnson é o primeiro homem a vencer os 200 e 400 m numa Olimpíada

Em Atlanta-1996, o norte-americano Michael Johnson escreveu seu nome na história Olímpica ao tornar-se o primeiro atleta do mundo a vencer as provas dos 200 e 400 m rasos numa mesma Olimpíada.

Nascido em Dallas, no dia 13 de setembro de 1967, Michael Duane Johnson chegou como grande favorito para os Jogos de Atlanta. Em 1992, o atleta perdeu a chance do ouro quando sofreu com uma infecção intestinal duas semanas antes do início dos Jogos. Mesmo assim, chegou até as semifinais e ficou com o ouro no revezamento 4x400 m rasos.

Quatro anos depois, em 1996, Johnson chegou com um currículo invejável, com 54 vitórias nos 400 m. Nessa prova, não teve dificuldades e venceu com o tempo de 43s49, novo recorde olímpico. A distância para o segundo colocado, o britânico Roger Black, foi a maior em 100 anos de disputa olímpicas.

Três dias depois de conquistar o ouro, Michael Johnson voltou para as pistas para vencer os 200 m, com o tempo de 19s66, quebrando novamente o recorde olímpico.

Em Sydney-2000, Johnson ganhou novamente nos 400 m, tornando-se o primeiro atleta do mundo a vencer duas vezes essa prova desde 1896. No revezamento 4x400 m, o norte-americano conquistou outra medalha de ouro, totalizando cinco em sua vitoriosa carreira.

Naim Suleymanoglu (Turquia)
EFE

Suleymanoglu: recorde mundial batido e mais uma medalha de ouro

Este atleta de 1,50 m de altura e pouco menos de 60 kg foi considerado durante muitos anos o homem mais forte do mundo. Apelidado de “Hércules de Bolso”, Naim Suleymanoglu nasceu na cidade de Pitchar, na Bulgária, porém é de família com origem turca.

Dois anos antes dos Jogos de Seul-1988, durante o Campeonato Mundial que se disputava em Melbourne, ele desertou e refugiando-se na embaixada da Turquia, solicitou a nacionalidade turca. O fato provocou um conflito diplomático entre os dois países. Após muitas negociações, a Bulgária aceitou o desejo do atleta e o liberou após receber uma indenização de US$ 1 milhão.

Já com a nacionalidade turca, Suleymanoglu participou de seus primeiros Jogos Olímpicos em 1988 (não foi para Los Angeles-1984 pelo boicote dos países do bloco soviético), ganhando medalha de ouro e batendo pela 30ª vez o recorde mundial com uma marca de 142,5 quilos.

Em Barcelona-1992, o turco voltou a ganhar a medalha de ouro. Quatro anos mais tarde, nos Jogos de Atlanta, numa disputa dramática, Suleymanoglu derrotou o grego Valerios Leonidis e conquistou sua terceira medalha de ouro, quebrando seu próprio recorde mundial.

Além dos três títulos olímpicos, Suleymanoglu foi sete vezes campeão do mundo, permanecendo invicto por oito anos e meio. O turco foi ainda o mais jovem levantador de peso a quebrar um recorde mundial, com apenas 16 anos de idade.

  Feitos
Canadense voador
Os 100 m rasos foram vencidos pelo canadense Donovan Bailey, com um novo recorde mundial: 9s84. Bailey também ganhou o ouro no revezamento 4x100 m, na vitória da equipe canadense sobre os norte-americanos.

Ouro inédito
O equatoriano Jefferson Pérez ganhou a medalha de ouro na prova de 20 km da marcha atlética, conquistando a primeira medalha olímpica do Equador.

Supercampeão
O norte-americano Carl Lewis, ao vencer a final do salto em distância pela quarta vez consecutiva, conquistou sua nona medalha de ouro em Olimpíadas.

Rainha das águas
A irlandesa Michelle Smith ganhou três medalhas de ouro (200 e 400 m medley e 400 m livre) e uma de bronze (200 m borboleta) em Atlanta.


Outras olimpíadas