UOL Olimpíadas
BUSCA




RECEBA O BOLETIM
UOL ESPORTE
 

 
11/08/2004 - 16h20
Favorita Argentina atropela Sérvia e Montenegro na estréia

Da Redação
Em São Paulo

Grande favorita à medalha de ouro, a seleção argentina estreou no torneio olímpico de futebol masculino com vitória de 6 a 0 sobre a Sérvia e Montenegro nesta quarta-feira, no estádio Pampeloponnisiako, em Patras. Apenas no primeiro tempo os sul-americanos marcaram quatro vezes.

AFP 
Argentinos comemoram o primeiro gol na goleada sobre a Sérvia e Montenegro
Os argentinos aproveitaram a debilidade da seleção sérvia, que não é representada em Atenas pela principal força nacional. Tudo porque os principais clubes do país se negaram a ceder jogadores para a equipe olímpica. Por essa razão, a federação local foi obrigada a recorrer a jovens jogadores, fazendo com que a Sérvia e Montenegro tenha o time de menor média de idade dos Jogos.

Com o resultado, a Argentina assume a liderança do grupo C, com três pontos somados. Austrália e Tunísia, que também nesta quarta empataram por 1 a 1, vêm na segunda posição da chave com um ponto cada.

No confronto, os australianos saíram em vantagem com John Aloisi no último minuto do primeiro tempo, mas cederam a igualdade na etapa final, ao sofrerem o gol de Ali Zitouni, aos 24min. A partida teve nível técnico baixo e foi marcada pela violência. Sete cartões amarelos foram distribuídos pelo árbitro grego Kyros Vassaras.

No sábado, a Argentina volta a campo para enfrentar a Tunísia em Patras. No mesmo dia, Sérvia e Montenegro e Austrália tentam a primeira vitória nos Jogos Olímpicos em Heraklio.

Com a base da equipe da última Copa América (15 dos 18 jogadores que estão na Grécia participaram da campanha do vice-campeonato continental), a seleção do técnico Marcelo Bielsa aparece como principal favorita ao ouro em Atenas. Grande parte do elenco olímpico atua nas principais ligas da Europa.

Na Grécia, o futebol masculino é a grande esperança dos argentinos para por fim ao longo jejum de ouros do país em Olimpíadas. A Argentina não tem nenhum atleta vitorioso desde os Jogos de Helsinque, em 1952.

O futebol masculino já rendeu duas medalhas de prata para a Argentina. A última vez que os sul-americanos foram ao pódio foi nos Jogos de Atlanta, em 1996, quando a equipe então dirigida por Daniel Passarella foi derrotada pela Nigéria na decisão.

O jogo
A Argentina tomou o comando da partida logo de cara. Aos 6min, Carlos Tévez foi lançado em profundidade e bateu forte, exigindo boa defesa do goleiro Nikola Milojevic. Dois minutos depois, Mauro Rosales achou um espaço na marcação sérvia e arrematou com efeito. A bola passou sobre o gol adversário.

A pressão argentina surtiu resultado aos 10min, quando César Delgado fez grande jogada individual, se livrou de dois marcadores e bateu cruzado na saída de Milojevic.

AFP 
Argentino Heinze ganha no alto da marcação sérvia para marcar o quinto gol
A Sérvia respondeu cinco minutos mais tarde, quando Andrija Delibasic ganhou no alto da zaga argentina e desviou de cabeça. Germán Lux se atirou no chão e evitou o gol de empate.

Em seguida, a Argentina aproveitou espaços na defesa adversária e chegou ao segundo gol. Kily González tabelou com Andrés D'Alessandro e, na pequena área, desviou na saída do goleiro sérvio.

Aos 36min, a equipe de Marcelo Bielsa quase chegou ao terceiro gol, quando Kily González acertou um belo chute de fora da área. A bola pingou no gramado, encobriu Milojevic e explodiu no travessão, caindo depois nas mãos do goleiro.

Ainda antes do intervalo, Tévez, em apenas dois minutos, aumentou o placar para 4 a 0. Primeiro, o meia do Boca Juniors acertou um belo chute colocado de fora da área. Logo depois, o argentino recebeu passe em profundidade e desviou na saída do goleiro sérvio.

No segundo tempo, os argentinos diminuíram o ritmo, mas continuaram a dominar o meio-campo com facilidade. Aos 28min, a equipe de Marcelo Bielsa ampliou o placar, quando o zagueiro Gabriel Heinze desviou de cabeça para as redes um escanteio pela esquerda. Dois minutos depois, Rosales completou cruzamento de Javier Saviola e definiu a vitória em 6 a 0.

Argentina
Germán Lux; Roberto Ayala, Fabricio Coloccini e Gabriel Heinze; Javier Mascherano, Luis González, Andres D'Alessandro (Javier Saviola), Kily González e Mauro Rosales; Cesar Delgado e Carlos Tévez (Nicolas Medina)
Técnico: Marcelo Bielsa

Sérvia e Montenegro
Nikola Milojevic; Bojan Neziri, Milan Stepanov, Djordje Jokic e Marko Basa; Marko Lomic, Dejan Milovanovic, Simon Vukcevic e Igor Matic (Branimir Petrovic); Andrija Delibasic (Nikola Nikezic) e Srdan Radonjic (Milos Krasic)
Técnico: Vladimir Petrovic

Data: 11/08/2004 (quarta-feira)
Local: estádio Pampeloponnisiako, em Patras (GRE)
Árbitro: Carlos Batres (GUA)
Auxiliares: Benito Archundia (MEX) e Carlos Pastrana (HON)
Cartões amarelos: D'Alessandro (A); Andrija Delibasic (SM)
Gols: Delgado, aos 10min; Kily González, aos 16min; Tévez, aos 41min e 42min do primeiro tempo; Heinze, aos 28min; Rosales, aos 31min do segundo tempo

Veja também




22/11/2004
10h36 - WADA tem orçamento acrescido em US$ 1,47 milhão

19/11/2004
20h13 - Brasileiro fica em 25º no Mundial de luge e soma ponto para Turim

18/11/2004
13h22 - Polícia faz diligência em empresa responsável por Turim-2006

12/11/2004
19h31 - COB anuncia indicados ao Melhor Atleta do Ano

10h20 - Jogos de Atenas custaram mais de 9 bilhões de euros à Grécia

05/11/2004
08h59 - Chineses adotam data "da sorte" para abertura dos Jogos de 2008

04/11/2004
14h38 - Presidente de comitê dos Jogos de Turim vai pedir demissão

13h51 - Putin recebe no Kremlin 182 medalhistas russos em Atenas 2004

09h06 - Barcelona ajudará candidatura de Madri às Olimpíadas de 2012

02/11/2004
10h09 - Governo dará a Paris 2,5 bilhões de euros para campanha olímpica

Mais notícias