UOL Olimpíadas
BUSCA




RECEBA O BOLETIM
UOL ESPORTE
 

 
17/08/2004 - 13h08
Scheidt é 3º na quarta regata e dispara na liderança da Laser

Da Redação
Em São Paulo

Demorou apenas três regatas para o brasileiro Robert Scheidt, favorito absoluto ao ouro olímpico na classe Laser, assumir a liderança. Nesta terça-feira, o heptacampeão mundial conquistou uma etapa e chegou em 3º na seguinte para abrir uma vantagem confortável na dianteira.

"Foi um dia muito feliz e tudo correu muito bem para mim", disse Scheidt, que considerou as regatas difíceis. "Ficamos oito horas na água, debaixo de um forte calor e com ventos um tanto quanto malucos, mudando a todo momento de direção."

Divulgação 
Scheidt termina o dia na liderança da Laser após uma vitória e um 3º lugar
Na quarta regata da Laser, Scheidt foi o terceiro colocado, chegando 1min25 atrás do primeiro lugar, o italiano Diego Negri. A segunda posição ficou com o argentino Diego Emilio Romero.

O brasileiro havia assumido a liderança da Laser com a vitória na primeira regata do dia. Para conseguir a ponta, o heptacampeão mundial contou com o desempenho ruim do austríaco Andreas Geritzer, primeiro colocado após as duas regatas iniciais, que terminou na 34ª posição na etapa.

Na classificação geral, Scheidt lidera com 15 pontos perdidos, 17 a menos do que o vice-líder, o belga Philippe Bergmans, que foi apenas o 14º na quarta regata. O terceiro colocado é o croata Mate Arapov, 22º na etapa que encerrou o dia na raia olímpica.

"A diferença de pontos que tenho em relação ao segundo colocado é boa, mas não difícil de ser tirada. Preciso continuar concentrado, pensando regata a regata e sem nenhuma euforia, porque ainda tem muita coisa para acontecer", disse Scheidt, que obteve um terceiro e um oitavo lugares nas regatas de domingo.

Ao todo acontecerão 11 regatas, sendo que cada velejador tem apenas um descarte no final do campeonato. Por enquanto, o pior resultado de Scheidt é um 8º lugar. Também neste quesito o brasileiro leva vantagem sobre seus adversários diretos. Bergmans tem um 14º e Arapov um 22º lugar como pior desempenho.

Antes de viajar para Grécia, Scheidt revelou que as quatro primeiras regatas seriam fundamentais para a definição das Olimpíadas. A intenção do brasileiro era conseguir ficar entre os seis ou oito primeiros nas etapas iniciais e depois adaptar a estratégia no decorrer dos Jogos de Atenas de acordo com sua colocação.

Os competidores da classe Laser voltam à raia olímpica de Agios Kosmas nesta quarta-feira para a disputa das quinta e sexta regatas.

Medalha de ouro em Atlanta-96 e prata em Sydney-00, e heptacampeão mundial, Scheidt é favorito absoluto ao título em Atenas. Na atual temporada, o brasileiro está invicto: venceu todos os torneios que disputou.

Veja também



22/11/2004
10h36 - WADA tem orçamento acrescido em US$ 1,47 milhão

19/11/2004
20h13 - Brasileiro fica em 25º no Mundial de luge e soma ponto para Turim

18/11/2004
13h22 - Polícia faz diligência em empresa responsável por Turim-2006

12/11/2004
19h31 - COB anuncia indicados ao Melhor Atleta do Ano

10h20 - Jogos de Atenas custaram mais de 9 bilhões de euros à Grécia

05/11/2004
08h59 - Chineses adotam data "da sorte" para abertura dos Jogos de 2008

04/11/2004
14h38 - Presidente de comitê dos Jogos de Turim vai pedir demissão

13h51 - Putin recebe no Kremlin 182 medalhistas russos em Atenas 2004

09h06 - Barcelona ajudará candidatura de Madri às Olimpíadas de 2012

02/11/2004
10h09 - Governo dará a Paris 2,5 bilhões de euros para campanha olímpica

Mais notícias