UOL Olimpíadas
BUSCA




RECEBA O BOLETIM
UOL ESPORTE
 

 
20/08/2004 - 12h58
Scheidt vai bem em regata e precisa só de um 9º lugar para o ouro

Da Redação
Em São Paulo

Reuters 
Robert Scheidt precisa só de um nono lugar para ficar com a medalha de ouro
O brasileiro Robert Scheidt manteve nesta sexta-feira a tática da regularidade e conseguiu uma boa vantagem para o último dia de disputa da classe Laser dos Jogos Olímpicos de Atenas. O heptacampeão mundial de vela precisa de um nono lugar na última regata da competição, no domingo, para conquistar a medalha de ouro.

Em Sydney-2000, Robert Scheidt também chegou ao último dia de disputa em vantagem, mas acabou perdendo o ouro para o britânico Ben Ainslie. Agora, caso consiga a medalha dourada em Atenas, vai se igualar a Adhemar Ferreira da Silva, do atletismo, como o único brasileiro bicampeão olímpico (Scheidt ganhou o título nos Jogos de Atlanta-96).

"Foi um dia muito bom para mim, mas temos que ficar com os pés no chão. Ainda não garanti nenhuma medalha. Depois de um dia difícil como o de ontem, readquiri minha confiança e velejei como costumo velejar. Ontem (quinta-feira) tive alguns deslizes, mas hoje estive em situações em que estava muito mal na regata e me recuperei", afirmou o Scheidt.

Nesta sexta, Scheidt ficou em sétimo lugar na primeira regata do dia e em terceiro na segunda. Assim, abriu nove pontos de vantagem sobre o austríaco Andreas Geritzer, segundo colocado na classificação geral. O brasileiro tem 49 pontos perdidos, contra 58 do adversário.

Mesmo que não chegue entre os nove primeiros colocados no domingo, a chance de Robert Scheidt conquistar a medalha de ouro é enorme. O brasileiro precisa ficar oito posições atrás do austríaco Geritzer para superar o rival em Atenas.

A disputa da Laser é feita com a realização de 11 regatas, sendo que cada velejador tem o direito de descartar o seu pior resultado. Até o momento, Scheidt tem um 19º lugar para descartar. Isso significa que após a última regata ele pode somar, no máximo, 19 pontos, mesmo que não entre no mar. Já Geritzer tem uma situação pior. O austríaco tem um 34º lugar, que fatalmente vai ter que descartar.

O esloveno Vasilij Zbogar e o britânico Paul Goodison ainda têm chances remotas de conquistar o título. Eles têm 63 e 64 pontos perdidos, respectivamente. O português Gustavo Lima, ganhar da última regata do dia, é outro que luta por medalha, com 69 pontos perdidos.

Scheidt disse que ainda não pensou na estratégia que adotará domingo. "Sei que vou ter que correr a minha regata, porque não vou ter uma adversário para marcar. Se escolher um, o outro pode ir para o outro lado e recuperar os pontos", explicou.

Heptacampeão mundial da classe Laser, Robert Scheidt é considerado favorito absoluto ao ouro. Na atual temporada, o brasileiro venceu todos os campeonatos que disputou.

Leia mais
Veja também



22/11/2004
10h36 - WADA tem orçamento acrescido em US$ 1,47 milhão

19/11/2004
20h13 - Brasileiro fica em 25º no Mundial de luge e soma ponto para Turim

18/11/2004
13h22 - Polícia faz diligência em empresa responsável por Turim-2006

12/11/2004
19h31 - COB anuncia indicados ao Melhor Atleta do Ano

10h20 - Jogos de Atenas custaram mais de 9 bilhões de euros à Grécia

05/11/2004
08h59 - Chineses adotam data "da sorte" para abertura dos Jogos de 2008

04/11/2004
14h38 - Presidente de comitê dos Jogos de Turim vai pedir demissão

13h51 - Putin recebe no Kremlin 182 medalhistas russos em Atenas 2004

09h06 - Barcelona ajudará candidatura de Madri às Olimpíadas de 2012

02/11/2004
10h09 - Governo dará a Paris 2,5 bilhões de euros para campanha olímpica

Mais notícias