UOL Olimpíadas
BUSCA




RECEBA O BOLETIM
UOL ESPORTE
 

 
25/08/2004 - 11h35
Grael e Ferreira abrem vantagem e ficam próximos do ouro na Star

Da Redação
Em São Paulo

Apenas um desastre tira a medalha de ouro de Torben Grael e Marcelo Ferreira na classe Star da vela nos Jogos Olímpicos de Atenas. Nesta quarta-feira, a dupla brasileira aumentou para 19,2 pontos a vantagem na liderança da classificação geral da competição, faltando apenas três regatas a serem realizadas.

Grael e Ferreira têm 20 pontos perdidos, contra 39,2 dos canadenses Ross MacDonald e Mike Wolfs. O título pode ser matematicamente assegurado nesta quinta-feira, com uma ou duas regatas de antecipação. Os brasileiros precisam de apenas dois sétimos lugares nas últimas três regatas para ficarem com o ouro, sem dependerem de outros resultados.

Nesta quarta, Grael e Ferreira disputaram a sétima e a oitava regatas, conseguindo um segundo e um sétimo lugares respectivamente. Os canadenses fizeram um 14º lugar, e os norte-americanos Paul Cayard e Phil Trinter, terceiros colocados no geral, um 15º.

Das oito regatas que disputaram até agora, os brasileiros ganharam duas e foram vice em outras duas. Por enquanto, o pior resultado, que será descartado, é um sétimo lugar.

Caso conquiste a medalha de ouro, Torben Grael vai se tornar o principal atleta da história do país nas Olimpíadas. Ele já tem no currículo um ouro, uma prata e dois bronzes. Marcelo Ferreira também pode se tornar bicampeão olímpico.

"Não tem nada ganho. Até o momento, estamos muito bem, mas precisamos manter o ritmo e a concentração até o final. Tivemos nesta quarta-feira um tremendo exemplo de que as coisas não se definem antecipadamente", declarou o brasileiro, referindo-se a Ricardo Winicki, o Bimba, que entrou na última regata da classe Mistral na liderança e acabou em quarto lugar na classificação geral.

A última regata desta quarta-feira na Star foi realizada com pouco vento, e mostrou um grande poder de reação dos brasileiros. Grael e Ferreira contornaram a primeira bóia na penúltima colocação, e ficaram no pelotão de trás praticamente até o final da regata.

Na última perna, entretanto, Grael e Ferreira ganharam cinco posições e chegaram em sétimo lugar. Os principais rivais dos brasileiros tiveram uma péssima prova. Os canadenses MacDonald e Wolfs ficaram em 14º e os norte-americanos em Cayard e Trinter em 15º.

Isso abriu caminho para a vitória dos gregos Leonidas Pelekanakis e Georgios Kontogouris, que não têm mais chance de conseguir medalhas.

Veja também



22/11/2004
10h36 - WADA tem orçamento acrescido em US$ 1,47 milhão

19/11/2004
20h13 - Brasileiro fica em 25º no Mundial de luge e soma ponto para Turim

18/11/2004
13h22 - Polícia faz diligência em empresa responsável por Turim-2006

12/11/2004
19h31 - COB anuncia indicados ao Melhor Atleta do Ano

10h20 - Jogos de Atenas custaram mais de 9 bilhões de euros à Grécia

05/11/2004
08h59 - Chineses adotam data "da sorte" para abertura dos Jogos de 2008

04/11/2004
14h38 - Presidente de comitê dos Jogos de Turim vai pedir demissão

13h51 - Putin recebe no Kremlin 182 medalhistas russos em Atenas 2004

09h06 - Barcelona ajudará candidatura de Madri às Olimpíadas de 2012

02/11/2004
10h09 - Governo dará a Paris 2,5 bilhões de euros para campanha olímpica

Mais notícias