! Alexandre Manzan ganha PowerBar Triathlon em Pirassununga - 01/12/2002 - UOL Esporte - Triatlo
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  01/12/2002 - 14h46
Alexandre Manzan ganha PowerBar Triathlon em Pirassununga

Da Redação
Em São Paulo

O brasiliense Alexandre Manzan conquistou o bicampeonato do PowerBar Triathlon Long Distance, prova de meio ironman, realizada na manhã deste domingo na Academia da Força Aérea de Pirassununga, interior de São Paulo.

Ele completou o percurso de 1,9 km na natação, 90 km de ciclismo e 21 km de corrida com o tempo 3h48min44, estabelecendo o novo recorde (o anterior, 3h51min57, também era dele, em 2001), com quatro minuto de vantagem para o segundo colocado, Renato Dantas, e mais de sete para o terceiro, o santista Frederico Monteiro.

No feminino, a vitória foi da paulista Juliana Soares, em sua primeira participação no torneio. Juliana marcou 4h47min24, pouco mais de um minuto mais rápida que a campineira Rosana Merino, segunda colocada, 4h48min36. A paranaense Vanessa Cabrini, uma das favoritas, terminou em terceiro lugar juntamente com Juliana Petry, ambas com 4h50min09.

A quarta edição do PowerBar Triathlon Long Distance foi marcada pelo forte calor em toda a região de Pirassununga. A temperatura elevada acabou desgastando a todos, mas não impediu o show de Manzan e a boa presença de público na Academia da Força Aérea.

No masculino, Alexandre Manzan não deu chance para surpresas. Mesmo tendo disputado a final do Troféu Brasil na semana passada, conquistando o vice-campeonato, o triatleta não sentiu o desgaste e forçou desde o começou.

Depois de ser o segundo a completar os 1,9 km de natação, ele assumiu a ponta no ciclismo. Pedalou forte e conseguiu abrir boa vantagem para o segundo, fato que lhe possibilitou uma corrida mais cadenciada até cruzar a linha de chegada em primeiro.

"O maior problema ao longo da prova foi o vento no ciclismo. Mesmo assim, pude manter o ritmo e facilitar as coisas na corrida. Estou feliz com o resultado e o saldo da temporada", declarou Manzan.

Com relação ao próximo ano, ele já confirmou a presença no Ironman Brasil e, possivelmente, em uma prova longa no exterior. "Tudo vai depender o patrocínio e da situação da economia."

Entre as mulheres, a estreante Juliana Soares levou a melhor, garantindo o título em sua primeira participação na disputa de Pirassununga. A vitória, entretanto, somente se confirmou nos últimos quilômetros da corrida.

"Foi quando pude ultrapassar a Vanessa. Foi muito bom vencer na estréia, bem como fechar o ano com um título deste", declarou a triatleta.

Juliana, de 28 anos, tem bastante experiência em provas longas. Ela já disputou quatro vezes o Ironman Brasil, única seletiva da América do Sul para o Ironman do Havaí, sendo que o melhor resultado aconteceu neste ano, com um quarto lugar. "Gosto deste tipo de prova, pois tenho mais resistência que velocidade", finalizou a campeã.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias