! Primeiro bicampeão dos pesados, Patterson morre aos 71 anos - 11/05/2006 - UOL Esporte - Boxe
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  11/05/2006 - 18h15
Primeiro bicampeão dos pesados, Patterson morre aos 71 anos

Da Redação
Em São Paulo

O norte-americano Floyd Patterson, primeiro bicampeão mundial pesado da história, morreu nesta quinta-feira, aos 71 anos. Ele sofria do mal de Alzheimer e tinha câncer de próstata e morreu em sua casa em New Paltz, Nova York.

Patterson ganhou a medalha de ouro olímpica na categoria médio nos Jogos de Helsinque, em 1952, antes de tornar-se o mais jovem campeão mundial dos pesados em 1956. Tinha apenas 21 anos quando venceu o veterano Archie Moore, de 39, e levou o cinturão. O combate ocorreu em um torneio eliminatório organizado para definir o novo campeão mundial, após a aposentadoria de Rocky Marciano.

Em 1959, perdeu o título para o sueco Ingemar Johansson, um desconhecido na época, que no entanto, foi muito superior a Patterson na luta, derrubando-o sete vezes no terceiro assalto. A revanche veio no ano seguinte, quando os dois se reencontraram e a vitória ficou com o norte-americano, que recuperou o cinturão.

No entanto, em 1962, Patterson voltou a perder o título de maneira embaraçosa, para Sonny Liston. A derrota logo no primeiro round o fez deixar o ginásio usando óculos escuros e uma barba falsa. Liston voltaria a vencer no primeiro round em um combate no ano seguinte.

Patterson falhou em duas outras tentativas de recuperar o título mundial, perdendo para Muhammad Ali no 12º e último round em 1965 e para Jimmy Ellis, em uma disputa de 15 rounds pelo cinturão da WBA (Associação Mundial de Boxe), em 1968.

Sua última luta foi um segundo encontro com Ali, em 1972, que não valia título, e ele acabou perdendo no sétimo round. Depois de abandonar os ringues, continuou a trabalhar nos bastidores, como integrante da
Comissão de Esportes de Nova York.

Ele também foi conselheiro infantil do Estado, trabalhando com crianças problemáticas como ele mesmo havia sido. Nascido no Brooklyn, em 1935, Patterson estudou em um reformatório, onde aprendeu a lutar.

Ao longo de sua carreira, compensou a desvantagem física com uma defesa eficiente, que o ajudava a superar adversários maiores. Seu primeiro empresário foi Cus D'Amato, que na década de 80 iria lançar outro campeão mundial, Mike Tyson.

"Se não fosse o boxe, eu provavelmente estaria atrás das grades", disse Floyd Patterson, em entrevista concedida em 1998.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias