! COB lança candidatura do Rio para Olimpíadas de 2016 - 01/09/2006 - UOL Esporte - Olimpíadas
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  01/09/2006 - 10h24
COB lança candidatura do Rio para Olimpíadas de 2016

Anderson Gomes
Especial para o UOL Esporte
No Rio de Janeiro

O Rio de Janeiro será, mais uma vez, candidato a sede das Olimpíadas. Nesta sexta-feira, o COB (Comitê Olímpico Brasileiro) decidiu tentar organizar os Jogos de 2016, peitando outro desejo do país: receber a Copa do Mundo dois anos antes.

AS CANDIDATURAS DO RIO
Divulgação/Marco Antonio Rezende
Nuzman anuncia mais uma candidatura do Rio: nas últimas três seleções da sede dos Jogos, a cidade esteve presente em duas
2004 - Em 1996, Rio de Janeiro anuncia candidatura para receber os Jogos. Campanha é iniciativa do Governo Federal e tem apoio popular, mas não convence o COI. Cidade é eliminada na pré-seletiva e sua principal rival, Buenos Aires, chega à última fase. Atenas é escolhida.
2012 - Em 2002, São Paulo e Rio de Janeiro se candidataram. Um ano depois, na seleção nacional, Rio foi escolhido como a candidatura brasileira. Em 2004, COI anuncia as finalistas, sem a capital fluminense. Londres é escolhida.
2016 - Nesta sexta-feira, COB anuncia que o Rio é, mais uma vez, candidato. A única cidade que já oficializou a candidatura foi Tóquio. Índia, Espanha, Estados Unidos e Itália também podem apresentar candidaturas.
RIO JÁ TRABALHA PONTOS FRACOS
Durante a Assembléia do COB, a capital fluminense foi escolhida por aclamação. Esta será a terceira tentativa brasileira de receber as Olimpíadas. Anteriormente, o país já havia perdido a indicação para os Jogos de 2004, disputados em Atenas, na Grécia, e de 2012, que serão realizados em Londres, na Inglaterra.

A grande arma da cidade será a organização dos Jogos Pan-Americanos de 2007. "A assembléia do COB entendeu que, apoiado na organização e realização do Pan, o Rio de Janeiro será a única cidade no Brasil e na América Latina que conta com instalações de nível olímpico prontas durante a postulação da candidatura. Com o Pan, teremos cerca de 70% das instalações necessárias para as Olimpíadas", disse o presidente do COB, Carlos Arthur Nuzman.

Nem mesmo os fracassos anteriores evitaram a nova candidatura. "Toda candidatura cresce, se desenvolve. No caso do Rio, as instalações são preponderantes. E o apoio dos três níveis de governo, municipal, estadual e federal, tem feito a diferença nos comentários internacionais", afirmou o dirigente.

Outro trunfo é a contratação da empresa de consultoria internacional Event Knowledge Services. Representante da empresa, Craig McLatchey analisou a futura candidatura e disse que a beleza do Rio e a fama da cidade como portal da América do Sul podem fazer a diferença.

No entanto, McLatchey alertou que o Rio tem problemas sérios para resolver, como melhora na infra-estrutura e nos transportes públicos. Além disso, as questões da segurança pública foram apontadas anteriormente como uma das causas dos fracassos anteriores do Rio.

Com a decisão, o COB entra em rota de colisão com a CBF (Confederação Brasileira de Futebol), que pretende organizar a Copa do Mundo no Brasil em 2014. Jacques Rogge, presidente do Comitê Olímpico Internacional, e Joseph Blatter, presidente da Fifa, chegaram a indicar a falta de possibilidades de um país receber os dois eventos num espaço curto de tempo.

No entanto, Nuzman fez questão de minimizar o problema: "O presidente do COI, em visita recente às autoridades de governo, já demonstrou apoio à candidatura e afirmou que o Rio poderia ser postulante mesmo que realizasse a Copa de 2014".

Presente à cerimônia, o prefeito do Rio de Janeiro, César Maia, demonstrou total apoio à iniciativa do COB e acredita que a escolha da candidatura brasileira esteja diretamente ligada ao sucesso dos Jogos Pan-americanos. "Vamos provar que temos condições de sediar as Olimpíadas realizando um Pan nota 10. Estamos maduros", lembrou o mandatário.

Até agora, Tóquio, no Japão, já foi lançada como candidata. Índia, Espanha e Estados Unidos manifestaram interesse em organizar os Jogos. A Itália também cogita apresentar candidatura.

Atualizado às 12h25


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias