FOTOS
Veja como foi
a cerimônia
de abertura



17h34 - 05/08/2003
Stênio Yamamoto termina em 4º na pistola livre de 50 metros

Da Redação
Em São Paulo

O quarto dia de participação do tiro esportivo brasileiro no Pan-Americano de Santo Domingo não resultou em nenhuma medalha para o país.

Na pistola livre de 50 metros, o dentista paulista Stênio Yamamoto foi para a final e terminou em quarto lugar, enquanto o gaúcho radicado em Fortaleza, Gustavo Fruet, ficou em nono lugar no geral.

Já na fossa dublê, a gaúcha Janice Teixeira, bronze na fossa olímpica, acabou na quinta colocação mesmo sem ser especialista na prova.

A modalidade tem mais quatro dias de competição e tem chance de obter mais resultados expressivos além das três medalhas já conquistadas.

Nesta quarta-feira, seis atiradores estarão competindo. No campo de tiro de Sans Souci, as cariocas Angelamaria Lachtermarcher e Victória Machado participam da carabina deitada, enquanto o santista José Eduardo Teixeira e o cearense Fernando Cardoso estarão na eliminatória de pistola de tiro rápido.

O baiano Pauloanísio de Santana, campeão brasileiro em 98, 99, 00, 01 e 02, e o paulista Luiz Carlos Graça vão ao campo de tiro Higuero para a disputa da fossa dublê. Luiz Carlos foi o único atirador brasileiro a conquistar medalha no último Pan, em Winnipeg, com o bronze nesta mesma modalidade.

O quarto lugar de Stênio Yamamoto na pistola livre, com alvos a 50 metros, foi bastante comemorado pelo atirador. Ele havia terminado em oitavo na pistola de ar no primeiro dia dos Jogos Pan-Americanos, e entrou na disputa em Santo Domingo como terceiro do ranking nacional.

Bastante concentrado, fez valer essa condição, garantindo a presença na final com um quarto lugar, dois pontos abaixo do terceiro. Na decisão, tanto o brasileiro como os demais atiradores alternaram bons a maus disparos, e o grande mérito de Stênio foi ter se recuperado após ter caído para a quinta posição a três tiros do final.

"Fui para marcar dez pontos (centro do alvo) e manter minha posição na classificação. Não estou satisfeito, pois buscava o ouro. Mas volto consciente de que consegui subir um degrau. A experiência foi incrível e isso serve como motivação para seguir em frente", declarou o atirador de 43 anos e que teve problemas em sua preparação em razão de uma crise de bronquite. "Estar na final, com os melhores das Américas já é uma grande conquista", finalizou.

No geral, Stênio marcou 634,7 pontos, ficando atrás do medalha de ouro, o norte-americano Daryl Szarenski, com 658,1 pontos, e os cubanos Arseny Borrero, com 639,3, e Norbelis Barzaga, com 638,9, que conquistaram prata e bronze, respectivamente.

Gustavo Fruet, terminou em nono na fase classificatória, com 535 pontos, um a menos do oitavo colocado e não foi para as finais. O atirador ficou feliz com sua performance, quando chegou a marcar, em uma das séries, 95 pontos em 100 possíveis. "Estou bastante contente. Fiz o máximo que podia durante as eliminatórias e isso é importante", declarou o pentacampeão brasileiro e recordista nacional de tiro livre.

Janice, por sua vez, acabou disputando a fossa dublê para completar o quadro de participantes, já que não é sua especialidade. Mesmo assim, a gaúcha, que conquistou o bronze na fossa olímpica na segunda-feira, fez bonito ao terminar na quinta colocação, com 90 pratos quebrados. A medalha de ouro ficou para a norte-americana Kimberly Rhode, com 140 pontos, seguida pelas canadenses Cynthia Meyer, prata com 133, e Susan Nattrass, bronze com 114.




COMENTE ESTA NOTÍCIA NOS GRUPOS DE DISCUSSÃO UOL
ÍNDICE DE NOTÍCIAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

22/07/2006
18h58 - Dois estádios são confirmados para futebol no Pan

17/05/2006
22h42 - Sede de 2011 e Pan do Rio-2007 são temas de reunião da Odepa

16/03/2006
10h31 - Justiça do Rio paralisa as obras no autódromo

09/03/2006
15h48 - Governo libera R$ 140 milhões para segurança do Pan-2007

26/04/2004
Pan-Americano
21h04 - Odepa oficializa perda de medalhas por doping no Pan de 2003

12/01/2004
Tênis
17h22 - Flávio Saretta embarca nesta terça-feira para a Austrália

28/11/2003
Pan-Americano
21h16 - Rio gasta RS$ 8 milhões com eventos Pré-Jogos

26/10/2003
Judô
20h13 - Com dez ouros, Brasil é campeão sênior no Equador