UOL Esporte - Pan 2007
UOL BUSCA

09/06/2007 - 16h07

Brasil confirma favoritismo; Fabiana conquista ouro

Da Redação
Em São Paulo

A equipe brasileira confirmou sua condição de favorita e venceu, mais uma vez, o Campeonato Sul-Americano. A competição, em que o Brasil está invicto desde 1974, teve a edição deste ano encerrada neste sábado (9) no Estádio Ícaro de Castro Melo, no Ibirapuera, em São Paulo. Foram 547,5 pontos e 60 medalhas para o Brasil.

CBAt
Fabiana Murer conseguiu o salto suficiente para não deixar a pista sem um recorde
ATLETISMO NO PAN
MAURREN E KEILA
A Colômbia também confirmou sua evolução e ficou novamente com o segundo lugar com 26 medalhas, enquanto que a Argentina ficou em terceiro, com 13 medalhas.

Um dos principais resultados aconteceu no salto com vara feminino. Fabiana Murer fez sua estréia na temporada, ao ar livre, e venceu com 4,50 m. O resultado se constitui em novo recorde da competição, já que o anterior era 4,47 m da própria atleta.

Segundo Fabiana, foi a quebra do recorde sul-americano de quase 22 anos no dia anterior, em que por Fábio Gomes saltou 5,77 m e desbancou Tomás Hintnaus, que a deixou empolgada.

Ela conseguiu o salto suficiente para não deixar a pista sem um recorde. "Para quem está voltando de uma lesão, foi ótimo ter quebrado o recorde do campeonato", comentou Fabiana, entre sorrisos. A argentina Alejandra Garcia ficou com a prata e Joana Ribeiro Costa ganhou o bronze para o Brasil.

O brasileiro Jefferson Sabino também conquistou o ouro. No salto triplo, fez com 16,68 m. "Esperava saltar hoje pelo menos 16,80 m", comentou. O segundo do ranking nacional 2007, Leonardo Elisiário, saltou 15,89 m e ficou com bronze. "Faltou mais concentração", detalhou o triplista. Hugo Chila, com 16,37 m, foi prata. Jefferson e Leonardo estão em busca da segunda vaga no Pan, já que Jadel Gregório, com 17,90 m, recorde sul-americano, tem praticamente uma vaga assegurada.

QUADRO DE MEDALHAS*
Brasil281715
Colômbia7109
Argentina454
Chile248
Equador152
Uruguai111
LugarPaísOuroPrataBronze
Dobradinha brasileira nos 400 m com barreiras. Raphael Fernandes conquistou o ouro e Maurício Teixeira prata. Fernandes ainda cravou o melhor tempo de sua vida, dando um bom passo para uma das vagas no Pan. "Esse tempo é resultado de um trabalho com meu treinador e também porque me livrei de uma lesão que me atrapalhou em 2006", comentou Raphael, que espera um tira-teima com Mahau Camargo Saguimatino Troféu Brasil.

O amazonense Sandro Viana, 30 anos, venceu os 200 m com 20.54 e se mantém na liderança do Ranking brasileiro com 20.43. "Estou com o pé direto no Pan", comemorou o atleta do São Raimundo do Amazonas. "Foi uma prova difícil, de alto nível", acrescentou. Sandro precisa viajar frequentemente a Manaus para cumprir seus compromissos no clube - nesta segunda-feira segue pela quarta vez à capital amazonense.

Alessandra Resende marcou 57,75 m para ganhar o título sul-americano do lançamento do dardo. "Teoricamente, estou com classificada para o Pan", acredita a atleta, líder do ranking nacional. Outra brasileira também conquistou o título sul-americano no heptatlo. Lamentou não ter melhorado sua marca, porque correu um 800 m fraco, mas comemorou ter melhorado suas marcas pessoais no lançamento do dardo e no salto em altura.

*só os seis primeiros colocados