Topo

Esporte


Medina processa Nestlé por uso indevido de imagem em ação de R$ 200 mil

Do UOL, em São Paulo

2015-10-19T12:58:50

19/10/2015 12h58

Primeiro brasileiro campeão do mundo, Gabriel Medina está processando a Nestlé. O surfista alega uso indevido de imagem no site e na página do Facebook do achocolatado Nescau em ação avaliada em R$ 200 mil.

Pelo uso indevido, Medina pede a suspensão de toda e qualquer publicidade sob pena de multa diária de R$ 50 mil. O advogado do surfista ainda quer uma indenização por danos morais e materiais causados ao campeão do mundo.

Em parte do processo, o advogado do atleta alega que ele está sendo prejudicado com a campanha, pois tem contrato com a Ambev, detentora da Toddy, concorrente da Nescau.

"Conforme é de conhecimento público, a Ambev e a empresa PepsiCo (também produtora de bebidas) atuam em conjunto em diversos setores, sendo essa última fabricante, dentre outros produtos, do achocolatado Toddy, concorrente direto do produto Nescau", diz o processo.

Medina conseguiu uma liminar, e a Nestlé terá de pagar multa diária de R$ 50 mil, com no máximo R$ 300 mil, se continuar usando a imagem.

Procurada para comentar o assunto, a assessoria de imprensa da Nestlé informou que "tem por política não comentar assuntos sob apreciação da Justiça".

Outro surfista que não ficou nada feliz com uma propaganda foi Mick Fanning, que viu a rede KFC fazer uma paródia dele com o tubarão.

Mais Esporte