Esporte

Mineirinho tenta dar fim a tabu em praia dos "crânios quebrados"

WSL / Divulgação
Adriano de Souza é o quarto colocado no Circuito Mundial de Surfe Imagem: WSL / Divulgação

Guilherme Dorini

do UOL, em São Paulo

19/08/2016 08h00

Apesar de ser o atual campeão mundial de surfe, Adriano de Souza ainda não sabe o que é vencer em Teahupoo, no Taiti, uma das etapas mais tradicionais - e perigosas - do Circuito Mundial (WCT). Mais do que isso, Mineirinho sequer passou das quartas de final na praia que é conhecida como "crânios quebrados" por ter uma onda tubular poderosa e um fundo raso de coral. A janela de competição por lá abre nesta sexta-feira (19) e vai até o próximo dia 30.

Há 11 anos na elite do surfe mundial, a vez em que o brasileiro foi mais longe aconteceu em 2009, quando foi eliminado nas quartas pelo norte-americano Bobby Martinez. Agora, após uma boa preparação, ele diz estar pronto para acabar com esse retrospecto negativo.

"Espero dar o melhor de mim, por isso vim para cá (Taiti) mais cedo. Já estou treinando aqui faz tempo com o objetivo de mandar bem. É uma onda um pouco inconstante, então preciso saber a hora certa de atacar. Vamos mudar essa escrita aí, se Deus quiser", disse Mineiro em entrevista exclusiva ao UOL Esporte.

Reprodução / Instagram
Mineirinho chegou com tempo para treinar em Teahupoo Imagem: Reprodução / Instagram

Adriano de Souza ainda não venceu nenhuma etapa nesta temporada e ocupa a quarta posição no ranking mundial, atrás de Matt Wilkinson, John John Florence e Gabriel Medina. A distância para a ponta - 10 mil pontos -, no entanto, não assusta Mineiro na busca pelo bicampeonato mundial.

"Acho que ainda está aberta (a disputa pelo título). Agora, no final, começará a apertar, mas enquanto tiver chances, vou lutar", completou, antes de finalizar. "Ainda temos etapas que gosto muito, e que já venci, pela frente. Estou trabalhando muito para isso. Vamos para cima".

Além da etapa de Teahupoo, a sétima do WCT, ainda restam outras quatro competições para conhecermos o novo campeão mundial: Trestles (EUA), Hossegor (França), Peniche (Portugal) e Pipeline (Havaí).

Confira as baterias do 1º round em Teahupoo:

1. Jordy Smith (RSA) x Dusty Payne (HAV) x Ryan Callinan (AUS)
 
2. Italo Ferreira (BRA) x Kanoa Igarashi (EUA) x Keanu Asing (HAV)
 
3. Adriano de Souza (BRA) x Miguel Pupo (BRA) x Kai Otton (AUS)
 
4. Gabriel Medina (BRA) x Conner Coffin (EUA) x Alex Ribeiro (BRA)
 
5. John John Florence (HAV) x Davey Cathels (AUS) x Hira Teriinatoofa (PYF)
 
6. Matt Wilkinson (AUS) x Stuart Kennedy (AUS) x Bruno Santos (BRA)
 
7. Michel Bourez (PYF) x Kelly Slater (EUA) x Matt Banting (AUS)
 
8. Julian Wilson (AUS) x Nat Young (EUA) x Jeremy Flores (FRA)
 
9. Sebastian Zietz (HAV) x Josh Kerr (AUS) x Jadson André (BRA)
 
10. Adrian Buchan (AUS) x Joel Parkinson (AUS) x Alejo Muniz (BRA)
 
11. Caio Ibelli (BRA) x Kolohe Andino (EUA) e Jack Freestone (AUS)
 
12. Filipe Toledo (BRA) x Wiggolly Dantas (BRA) x Adam Melling (AUS)

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo