Esporte

Pupilo de Carlos Burle vence etapa de Nazaré do Mundial de ondas grandes

WSL / LAURENT MASUREL
Lucas Chianca, o Chumbinho, comemora título da etapa de Nazaré junto de seu mestre, Carlos Burle Imagem: WSL / LAURENT MASUREL

Do UOL, em Santos (SP)

11/02/2018 15h22

A etapa de Nazaré (Portugal) do Mundial de Ondas Grandes é verde e amarela. Lucas Chianca, o ‘Chumbinho’, de apenas 22 anos, deu show nas ondas que chegaram a até seis metros na Praia do Norte – com direito até a um floater radical (veja vídeo mais abaixo) – e ficou com o título.

Na grande decisão, Chumbinho bateu nomes como Nathan Florence, irmão de John John Florence (atual campeão mundial de surfe), e Billy Kemper, atual líder do tour de ondas grandes. Com a vitória, o brasileiro assumiu a quinta colocação do ranking do tour da WSL (Liga Mundial de Surfe).

A última etapa do circuito mundial de ondas grandes será disputada em Mavericks, na Califórnia (EUA). A janela de espera para o evento já está aberta e vai até o dia 28 de fevereiro.

Um dos grandes nomes da nova geração do surfe de ondas gigantes, Lucas Chumbinho é natural de Saquarema, no Rio de Janeiro, e tem os brasileiros Carlos Burle e Marcos Monteiro como mestres. Ambos, inclusive, não deixaram de ser citados pelo jovem big rider na hora de levantar o caneco.

“Primeiro gostaria de agradecer a todos que vieram até aqui e a todos surfistas da grande final. Foi muito cansativo viajar até Portugal e enfrentar ondas tão pesadas como no sábado. Mas me sinto ótimo. Também gostaria de agradecer aos meus mestres Carlos Burle e Marcos Monteiro, sem eles não seria possível, além de todo pessoal aqui de Nazaré, que sempre nos recebe tão bem. Muito obrigado”, disse o brasileiro.

Principal nome da história do surfe brasileiro de ondas grandes, Carlos Burle – que foi eliminado no primeiro round da etapa de Nazaré – confirmou a aposentadoria e assim disputou um campeonato oficial pela última vez na carreira.

“Estou me afastando das competições para poder trabalhar com o Lucas, que é um grande talento e é muito bom poder seguir contribuindo com o esporte depois de se aposentar. Foi uma vida maravilhosa buscando grandes ondas e vendo e testemunhando toda a evolução deste belo esporte que eu tanto amo. Eu vejo um futuro brilhante para o surfe de ondas grandes, com muitos surfistas jovens que estão surgindo com talento e performance para ondas enormes. Certamente, vai melhorar cada vez mais”, disse Burle.

Nazaré: local especial para os brasileiros

Nazaré, aliás, vendo sendo um local de conquistas importantes para os brasileiros. Há pouco mais de 20 dias, a surfista Maya Gabeira pegou uma onda que pode ter sido a maior surfada da história, com 24,3 metros. A atleta inclusive postou no Facebook um pedido para a Liga Mundial de Surfe (WSL) medir o tamanho da onda e incluir no Guinness Book a categoria feminina de onda gigante.

Caso sejam confirmados os 24,3 metros da onda surfada pela brasileira, Maya terá superado inclusive o recorde masculino - que é de 23,8 metros e pertence ao americano Garrett McNamara.

Foi também em Nazaré, em 2013, que a mesma Maya levou um caldo e, após ficar desacordada, foi salva por Carlos Burle, que em seguida voltou ao mar e pegou a maior onda de sua vida - especialistas falam em 30 metros.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo