Topo

Esporte


Conselhos de Neymar e Bruninho agitam Medina antes de briga por Tóquio-2020

WSL / DAMIEN POULLENOT
Neymar e Medina, durante etapa do Circuito Mundial de Surfe (WCT) Imagem: WSL / DAMIEN POULLENOT

Adriano Wilkson e Gustavo Setti

Do UOL, em São Paulo

2019-03-15T04:00:00

15/03/2019 04h00

A temporada 2019 será diferente para Gabriel Medina após o bicampeonato mundial no ano passado. Além de buscar o terceiro título do Circuito Mundial de Surfe (WCT), o surfista também almeja uma vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020 na estreia da modalidade nas Olimpíadas. Para isso, conta com os conselhos de dois amigos famosos: Neymar e Bruninho.

No Rio-2016, Neymar e Bruninho conquistaram a medalha de ouro no futebol e vôlei, respectivamente. Os dez primeiros colocados do WCT de 2019, com máximo de dois surfistas por país, garantem vagas nos Jogos de Tóquio.

"A gente (Medina e Neymar) já conversou quando eu estava assistindo a um jogo do Brasil aqui nas Olimpíadas do Rio. Acabou que o Bruninho e o Neymar ganharam a medalha olímpica pelo Brasil. Eu converso mais com o Bruninho, porque eles ficam mais no Parque Olímpico, enquanto o futebol é separado. Conversei bastante com os dois, foi uma experiência incrível, os dois falaram super bem, ainda mais acabando com uma medalha de ouro. Espero um dia estar junto com eles na Olimpíada", disse Medina, que vive expectativa para se classificar.

"O surfe já era para estar na Olimpíada faz tempo. Finamente deu certo, e todos os atletas sabem da importância da Olimpíada. Está todo mundo animado e vai ser algo diferente. Agora é uma chance a cada quatro anos. Vai ser interessante", afirmou.

O surfista curtiu o Carnaval no Brasil, depois voltou aos treinos no Rio de Janeiro e agora embarca neste fim de semana para o Havaí, onde vai realizar sua pré-temporada antes do início do Mundial de 2019, que começa em abril, na Austrália.

UOL
Medina, durante coletiva de imprensa em São Paulo Imagem: UOL

"Esse ano pode ser o ano mais importante da minha vida. Primeiro que eu vou chegar no objetivo que eu sempre tive, que é ser três vezes campeão do mundo. E tem essa vaga automática para a Olimpíada. É um ano que vou tratar de forma bem especial e vou me dedicar um pouco mais", declarou.

As disputas do surfe na Olimpíada serão realizadas em Chiba, que fica a cerca de 40 quilômetros de Tóquio. O local receberá em 2019 uma etapa da divisão de acesso do Circuito Mundial (WQS).

"Eu nunca fui para o Japão. Vai ser minha primeira vez. Devo ir antes da Olimpíada para conhecer o lugar e ver a onda. Não tenho noção como é o Japão e nem as ondas. Vai ser mais uma missão. Tem bastante tempo, dá para fazer tudo com calma, mas fiquei sabendo que é um lugar de onda pequena", contou Medina.

Mais Esporte