Topo

Esporte


Djokovic 'antiostentação': apartamento de 2 quartos, cafés e comida natural

GLYN KIRK/AFP
Imagem: GLYN KIRK/AFP

Do UOL, em São Paulo

13/07/2015 15h00

Mansões, jatinhos, joias e muita ostentação: tudo isso cativa muitas estrelas do esporte, mas não Novak Djokovic. O atual líder do ranking tem um estilo bem mais discreto. Mesmo com uma fortuna estimada em pelo menos US$ 130 milhões (cerca de R$ 410 milhões), o sérvio leva uma vida tranquila e confortável, mas sem ostentar. Ele prefere se concentrar nos investimentos.

Tricampeão de Wimbledon no último domingo, Djokovic vive com a mulher Jelena Ristic em Monte Carlo, em Monaco. Segundo o The Wall Street Journal, o casal mora em um apartamento numa área cara, mas “normal” para a região: bem localizado e com dois quartos. Eles têm bons carros, mas usam principalmente modelos de bom padrão da marca que o patrocina.

Djokovic tem como prioridade investir seu dinheiro em diferentes ramos. Um negócio já estabelecido é sua cadeia de restaurantes Novak Café. São três lojas funcionando na Sérvia, nas cidades de Belgrado, Nova Belgrado e Kopaonik. O cardápio privilegia comidas saudáveis e tem uma seção especial de opções sem glúten.

O tenista também lançou a Djokolife, uma marca de suplementos alimentares. São barras de frutas e cereais, biscoitos e bebidas. “Encontrei a dieta perfeita para mim e esses produtos refletem minha ideia do que é o ideal para um estilo de vida e uma alimentação saudáveis”, explicou ele.

A área de eventos é outra que recebeu investimentos de Djokovic. Seus pais o ajudam a organizar eventos esportivos e também a oferecer serviços de hospitalidade em geral. O próximo passo, segundo a imprensa sérvia, será no turismo. Com alguns sócios, ele pretende construir hotéis e casas em diferentes cidades da Sérvia. Kopaonik é uma delas.

Djokovic também dedica tempo e dinheiro a um de seus projetos preferidos: a fundação que ele criou para ajudar crianças carentes. Mais de US$ 4 milhões já foram destinados para esse fim, além de outras doações feitas pelo sérvio, como os cerca de US$ 700 mil enviados às vítimas de uma enchente.

O número 1 do mundo tem ainda alguns gostos particulares, como o de caprichar nos ternos e nas roupas que usa. Sem dúvida, desfruta sempre de bons serviços em geral e não abre mão do conforto. Mas ostentar definitivamente não é com Novak Djokovic.

Mais Esporte