Esporte

Nadal evita comparações com o passado: "Não serei o de 2008 ou 2009"

Michael Steele/Getty Images
Imagem: Michael Steele/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

16/04/2016 19h22

Finalista pela décima vez na carreira no Masters 1000 de Monte Carlo, Rafael Nadal preferiu não fazer comparações com suas grandes atuações do passado e ressaltou, após a vitória sobre o britânico Andy Murray neste sábado, que seu objetivo é "jogar melhor a cada dia".

Nadal despistou quando questionado se está perto de voltar aos seus melhores momentos no saibro, piso em que mais se destacou ao longo da carreira.

"Não quero falar todos os dias se sou o de antes ou não. Não penso nisso. Rafael Nadal não será o de 2008 ou 2009. Cada ano é diferente", afirmou.

"Não quero me comparar a mim mesmo ou tratar de analisar se estou outra vez no mesmo nível de antes. Trato de fazer o melhor possível todos os dias", acrescentou.
Nadal, que ainda não levantou troféus em 2016, vem embalado por bons resultados em Monte Carlo. Antes da vitória contra Andy Murray, número 2 do mundo, ele já havia eliminado a jovem promessa austríaca Dominic Thiem e o suíço Stan Wawrinka, atual campeão de Roland Garros.

O adversário do espanhol na final em Monte Carlo será o francês Gael Monfils, 16º colocado no ranking da ATP. Nas treze partidas entre eles, Nadal levou a melhor em onze oportunidades.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo