Esporte

Djokovic conquista Roland Garros e completa títulos de Grand Slam

Do UOL, em São Paulo

05/06/2016 13h18

Em sua quarta final no saibro de Paris, enfim Novak Djokovic levou para casa o troféu de Grand Slam que faltava em sua galeria. Após um primeiro set apagado, o sérvio se impôs em quadra neste domingo e venceu o britânico Andy Murray por 3 sets 1 (3/6, 6/1, 6/2 e 6/4) para conquistar pela primeira vez o título de Roland Garros. O número um do mundo havia perdido as finais em 2012, 2014 e 2015.

O resultado também garante a Djokovic o quarto título consecutivo de Grand Slam, em série iniciada em Wimbledon 2015. Apenas o australiano Rod Laver, pela última vez em 1969, e o americano Don Budge haviam chegado a esta marca anteriormente. Curiosamente, os dois foram os únicos a completar o Grand Slam em um mesmo ano, a próxima meta de Djokovic. Já Andy Murray, o número dois do ranking da ATP, perdeu sua primeira final em Paris e continua com dois títulos de Grand Slam: Wimbledon e US Open. 

O final da partida ficou marcado por uma homenagem que fez Gustavo Kuerten chorar. Djokovic desenhou um coração na quadra, repetindo o gesto de Guga durante o tricampeonato de 2001. "Talvez seja o maior momento da minha carreira", disse o número um.

Recordes e números

Com o título em Roland Garros, Djokovic chega ao 12º título de Grand Slam e se iguala ao australiano Roy Emerson como quarto maior vencedor de torneios deste nível. No masculino, apenas Roger Federer (17), Pete Sampras (14) e Rafael Nadal (14) estão à sua frente.

O sérvio também é o sexto tenista a ter todos os Grand Slams, mas não em uma mesma temporada. Os outros são Fred Perry, Roy Emerson, Andre Agassi, Roger Federer e Rafael Nadal.

Para se igualar a Rod Laver e Don Budge como únicos a completar o Grand Slam em um mesmo ano, faltam dois torneios em 2016: Wimbledon e Aberto dos Estados Unidos. Conseguirá Djokovic o feito que nomes como Sampras, Federer e Nadal falharam?

Gonzalo Fuentes/Reuters
Djokovic com o troféu de Roland Garros Imagem: Gonzalo Fuentes/Reuters

Tá difícil sacar?

Não foi fácil para Murray e Djokovic ganharem pontos sacando no começo da decisão. Primeiro, o britânico perdeu o game inicial de 0 em seu serviço. Na sequência foi a vez de o sérvio sofrer, perdendo três pontos seguidos sacando. Ganhou os dois seguintes, mas também teve o saque quebrado. Ou seja: de 10 pontos disputados nos dois primeiros games, oito ficaram com quem estava devolvendo.

1º set: Segurança de Murray e nervosismo de Djokovic

Voltando a quebrar o saque de Djokjovic e abrindo 3 a 1, Murray mostrou segurança para ganhar o primeiro set, passando por apuros apenas no sétimo game quando confirmou a vantagem após duas igualdades. No final, vitória por 6 a 3.

Por outro lado, Djokovic parecia nervoso em quadra. Dois claros sinais: seus 13 erros não forçados e a discussão que travou com o árbitro quando Murray sacava para fechar o set. Com 15 a 0 contra, o sérvio reclamou veementemente do juiz de uma bola na linha marcada a favor do britânico.

2º, 3º e 4º sets: Os ventos mudam rápido no tênis

Quem começou a assistir a decisão no segundo set não acreditaria que Murray dominou o primeiro. Errando menos, Djokovic quebrou o saque do britânico logo no segundo game e não deu mais chances ao britânico: 6 a 1. Olha só a definição do set.

E nada mudou no começo do terceiro set. Duas quebras, no terceiro e quinto games, deixaram Djokjovic a um set da conquista inédita. O único susto veio no sexto game, quando Murray ameaçou, mas desperdiçou quatro break points.

No quarto set, Murray esboçou mais resistência, mas duas quebras deram vantagem a Djokovic e a oportunidade de fechar no sétimo game. Mas Murray se recuperou, venceu dois games seguidos e fez o sérvio sacar novamente para a vitória em 5/4. Desta vez, ele não decepcionou. Mas com emoção, apenas no terceiro match point.

Set a set com o especialista

Olha só como foi o jogo na visão do blogueiro do UOL Esporte Alexandre Cossenza:

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo