Esporte

Cotovelo volta a incomodar, mas Djokovic vence e avança às quartas nos EUA

Don Emmert/AFP Photo
Imagem: Don Emmert/AFP Photo

Do UOL, em São Paulo

05/09/2016 01h17

Novak Djokovic voltou a jogar uma partida completa e um velho problema reapareceu. Sem grandes dificuldades para vencer o britânico Kyle Edmund, por 3 sets a 0 (6/2, 6/1 e 6/4), o sérvio viu no cotovelo um adversário difícil de ser vencido no Aberto dos Estados Unidos.

A lesão acompanha Djokovic desde os Jogos Olímpicos. Nos treinos antes de enfrentar Del Potro no Rio de Janeiro, o sérvio já precisava de atendimentos médicos. No Aberto dos Estados Unidos, o fato de mal ter jogado na segunda e terceira rodada deram uma esperança de que pudesse haver tempo suficiente para uma recuperação.

Na próxima rodada, Djokovic tem o que pode ser seu mais difícil desafio até o momento: o francês Jo-Wilfried Tsonga, número 11 do mundo. Para as quartas de final do Aberto dos Estados Unidos, o sérvio precisará mais do que nunca se recuperar da lesão.

O jogo

Durante a partida, por mais que o britânico tentasse, Djokovic não cedia. Sólido em seus ataques e abusando dos contra-ataques, o sérvio não dava a menor possibilidade para ter seu saque quebrado. Pior que isso: conseguiu duas quebras para fechar a primeira parcial em 6/2.

No segundo set, o jogo ficou ainda mais fácil para Djokovic. Incomodado no duelo, Edmund mostrava impaciência nos pontos e tentava sempre decidir o mais rápido possível. Sendo obrigado a arriscar no forehand, o britânico viu Djokovic abrir 4 a 0, com duas quebras de saque. Sem forças para reagir, Edmund acabou derrotado em 6/2.

A última parcial parecia que seria igual às outras, com Djokovic fazendo o quisesse com a bola, enquanto Edmund corria de um lado para o outro tentando superar o sérvio. E foi assim até o terceiro game. Depois de dominar a parcial com certa tranquilidade, Djoko acabou tendo o saque quebrado. Imediatamente após o game, o sérvio pediu atendimento médico para seu cotovelo direito, que o incomoda desde os Jogos Olímpicos.  

As dores fizeram com que Edmund encontrasse uma chance de se recuperar na partida. Logo na sequência, ele conseguiu quebrar mais uma vez o saque do sérvio. A partir daí, no entanto, Djokovic se acertou em quadra. Trabalhando mais os pontos e sem pressa de decidir, o número 1 do mundo devolveu a quebra e igualou o set.

Com a vantagem de 5 a 4 no placar, Djokovic contou com vários erros não-forçados de Edmund para quebrar o serviço do britânico mais uma vez e fechar a partida em 3 sets a 0.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo