Esporte

Wawrinka vira sobre Nishikori e pegará Djokovic em sua 1ª final de US Open

AFP PHOTO / Jewel SAMAD
Stan Wawrinka tentará o terceiro título de Grand Slam de sua carreira Imagem: AFP PHOTO / Jewel SAMAD

Do UOL, em São Paulo

09/09/2016 22h40

Stan Wawrinka (3º) se classificou a sua primeira final de Aberto dos EUA. Nesta sexta-feira (9), pela semifinal do último Grand Slam do ano, o suíço sofreu no início, mas venceu Kei Nishikori (7º) por 3 sets a 1, com parciais de 4/6, 7/5, 6/4 e 6/2, após 3h07min. 

Campeão de Roland Garros em 2015 e do Australian Open no ano anterior, Wawrinka tentará seu primeiro título do US Open contra Novak Djokovic, que venceu Gael Monfils na outra semifinal. A decisão está marcada para o próximo domingo, às 17h (horário de Brasília), no Arthur Ashe Stadium em Nova York.

Para chegar à final, Wawrinka teve de superar Nishikori embalado. O japonês havia derrubado Andy Murray em maratona de cinco sets nas quartas de final e começou melhor nesta sexta, mas acusou cansaço na parte final do jogo e acabou levando a virada.

"Ele estava dominando no início, ditando o ritmo da partida, então mudei meu jogo, tentei ser mais agressivo, deixá-lo desconfortável. Deu certo, e no final eu percebi que ele sentiu a parte física", afirmou Wawrinka após a vitória. 

Wawrinka começa mal, mas reage e vira

Mike Hewitt/Getty
Imagem: Mike Hewitt/Getty

Wawrinka e Nishikori fizeram primeiro set morno. Burocráticos, arriscando pouco, os tenistas se limitaram a confirmar seus serviços, sem ameaçar o saque do rival na maioria doa games. O japonês conseguiu a única quebra da parcial, se valendo dos erros não-forçados em excesso do suíço, que não conseguiu encaixar seus golpes de esquerda para entrar na partida. Resultado: vitória de Nishokori por 6/4.

Wawrinka acordou no segundo set e suas passadas de backhand começaram a machucar o rival. Nishikori até começou melhor, quebrando o saque do oponente, mas logo o suíço devolveu a quebra e passou a pressioná-lo a cada game. O jogo melhorou, com menos erros e mais intensidade. E Wawrinka cresceu no fim da parcial, voltando a frustrar o saque de Nishikori no último game para fechar em 7/5.

A vitória no segundo set elevou o moral de Wawrinka. O suíço quebrou o saque do japonês no começo da parcial, tomando o controle da partida. Com a mudança de cenário, quem passou a errar demais foi Nishikori, com dificuldades para confirmar seus serviços. Wawrinka então se aproveitou do mau momento do oponente e venceu por 6/4.

A condição física foi o Calcanhar de Aquiles de Nishikori no quarto set. Ele sentiu a intensidade de Wawrinka, que continuou sacando bem e usando sua esquerda mortal para decidir os pontos. O japonês até tentou resistir às investidas do suíço, mas já não conseguia mais correr de um lado a outro, cedendo duas quebras ao rival, que fechou a conta com 6/2 no set menos disputado no duelo. 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo