Esporte

Murray revela assédio de camareira enquanto dormia em hotel

Tim Ireland/AP
Escocês de 29 anos conta que camareira o perseguia pela Europa Imagem: Tim Ireland/AP

Do UOL, em São Paulo

05/10/2016 15h16

O tenista Andy Murray relatou ter sido alvo de assédio de uma camareira. O britânico informou que a mulher, cuja identidade não é conhecida, o perseguiu pela Europa, tendo contato por outras duas vezes.

“Em um dos torneios que joguei, havia uma camareira no hotel”. “Eu tinha deixado o aviso de não perturbar na porta do quarto, mas ela entrou, sentou na minha cama e começou a acariciar meu braço por volta das 7h da manhã, quando eu ainda estava dormindo”, disse Murray ao The Telegraph.

O escocês está na China para a disputa do ATP 500 de Pequim. Nesta quarta, Murray venceu com facilidade o russo Andrey Kuznetsov por 6-2 e 6-1.

“Ela apareceu em outros dois hotéis que recebiam atletas de torneios, quando eu joguei em Rotterdam e em Barcelona”.

“Eu não sei se isso é coisa que se faz por um fã, mas foi algo extremo”, completou o bicampeão olímpico.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Esporte

Topo