Esporte

Após 13 anos, top 5 do tênis não terá nem Federer nem Nadal

EFE/EPA/DOMINIC STEINMANN
Roger Federer, 35, e Rafael Nadal, 30, têm sofrido com problemas físicos nos últimos anos Imagem: EFE/EPA/DOMINIC STEINMANN

Do UOL, em São Paulo

17/10/2016 06h00

A Associação de Tenistas Profissionais (ATP) divulgou seu ranking atualizado nesta segunda-feira (10). Pela primeira vez nos últimos 13 anos, nem Roger Federer nem Rafael Nadal estão entre os cinco melhores tenistas do mundo.

Com a eliminação nas quartas de final do ATP 500 de Pequim, na última sexta (7), para o búlgaro Girgor Dimitrov, Nadal perdeu duas posições no ranking mundial. Ele foi ultrapassado por Kei Nishikori e Milos Raonic, passando da 4ª para a 6ª colocação.

Como Federer já havia deixado o top 5 do ranking após o Aberto dos EUA, será a primeira vez desde 2003 que os dois expoentes do tênis estão alijados do seleto grupo. O suíço, aliás, vem logo atrás de Nadal no ranking, na 7ª posição.

Na última vez que isso havia acontecido, há 13 anos, o top 5 do ranking era composto por Lleyton Hewitt, Andre Agassi, Juan Carlos Ferrero, Carlos Moya e Andy Roddick. Agora, o top 5 da ATP pertence a Novak Djokovic, Andy Murray, Stan Wawrinka, Kei Nishikori e Milos Raonic.

Enquanto se mantiveram no topo, Federer e Nadal travaram diversas batalhas históricas e disputaram ponto a ponto a liderança do ranking da ATP. Neste período, o suíço conquistou 88 títulos, somando quase 100 milhões de dólares em premiação, à medida que o espanhol levantou 69 troféus, com quase 80 milhões de dólares de prêmios. Juntos, eles ficaram 443 semanas na liderança do ranking. Nos últimos anos, porém, a dupla já não é mais dominante.

O principal fator da curva descendente é que tanto Federer como Nadal já não vivem mais o auge, tanto físico como técnico, de suas carreiras. Com lesões no joelho e nas costas, Federer anunciou às vésperas da Olimpíada do Rio de Janeiro que estava fora da atual temporada. À medida que o espanhol vem de dois anos com diversos problemas físicos, sem conseguir desenvolver seu estilo de jogo à perfeição.

Para completar a explicação da queda de rendimento de Federer e Nadal nos últimos anos, cumpre lembrar que foi neste período que Novak Djokovic, atual líder disparado do ranking da ATP, atingiu seu auge profissional e tornou-se o novo tenista a ser batido. Além a afirmação no circuito de Andy Murray e Stan Wawrinka.

Ranking da ATP atualizado

1 – Novak Djokovic: 13.540 pontos

2 – Andy Murray: 9.525 pontos

3 – Stan Wawrinka: 5.910 pontos

4 – Kei Nishikori: 4.740 pontos

5 – Milos Raonic: 4.690 pontos

6 – Rafael Nadal: 4.640 pontos

7 – Roger Federer: 3.730 pontos

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo