Esporte

Brasileira quer dividir prêmio e pontos com rival que perdeu o pai em final

Reprodução/Twitter
Daniela Seguel chora ao receber notícia da morte do pai Imagem: Reprodução/Twitter

Fábio Aleixo e Felipe Pereira

Do UOL, em São Paulo

27/11/2016 06h00

O título no ITF de Santiago não trouxe alegria à brasileira Paula Gonçalves. A brasileira ficou bastante sensibilizada após sua adversária, a chilena Daniela Seguel, desistir da partida após seu pai passar mal na arquibancada e ser levado ao hospital, onde chegou sem vida.

Em entrevista ao UOL Esporte por meio de sua assessoria de imprensa, Paula se mostrou abalada e afirmou que pretende dividir a premiação e a pontuação obtidas na final com a adversária. Número 2 do Brasil e 183ª do mundo, a atleta de 26 anos somou 12 pontos pela conquista e ganhou US$ 1,56 mil (R$ 5,34 mil) de premiação.

"Estou em choque, abalada e muito triste com a fatalidade. A Dani Seguel é muito querida e considero uma amiga. Neste momento me solidarizo com ela e sua família, rezando para que Deus conforte a todos. A regra da ITF me deu a vitória, na hora do impacto nem pensei nisto, só agora me ocorreu. Mas eu gostaria de dividir os pontos e a premiação com ela. Seria mais justo, não é? Eu e o Marcelo Prata, meu preparador físico, estamos acompanhando, dando todo o apoio possível", disse a brasileira.

Jorge Seguel acompanhava o confronto quando desmaiou no segundo set. O preparador físico de Paula ajudou a socorrer Jorge até que o pai da adversária fosse levado para a Clínica da Universidade Católica de San Carlos de Apoquindo. Como não havia ambulância no local, ele foi transportado na caçamba de uma caminhonete.

"A primeira vez (que o jogo parou) estava 3/1, quando vimos que alguém havia desmaiado na plateia. Quando identificamos que era o pai dela, ela começou a chorar. Fui ao outro lado da quadra acalmá-la, assim como os familiares dela. O Marcelo Prata, que está me acompanhando nesta gira, tem curso de primeiros socorros e foi ajudar até ele ser levado para o hospital. Voltamos ao jogo, estava 4/4 eu sacando 40/30 quando ela recebeu a notícia, me cumprimentou e já estava chorando muito. Que tristeza. Perda irreparável", contou a brasileira.

A Federação de Tênis do Chile emitiu nota lamentando a morte de Jorge Seguel. O texto ressalta que a filha, Dani Seguel, é um dos maiores expoentes da modalidade no país. "Queremos nos dirigir a todo o tênis chileno e dizer que estamos juntos a Daniela e sua família.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo