Esporte

Ex-técnico, Becker diz que Djokovic não estava treinando como deveria

BRITTA PEDERSEN/EFE
Imagem: BRITTA PEDERSEN/EFE

Do UOL, em São Paulo

07/12/2016 11h37

Logo após encerrar uma parceria de três anos com Novak Djokovic, o alemão Boris Becker concedeu uma entrevista à rede britânica Sky Sports e afirmou que o sérvio relaxou nos treinos nos últimos seis meses da temporada.

Neste período, Djokovic acabou sendo destronado da liderança do ranking mundial por Andy Murray.

"Ele não passou tanto tempo praticando na quadra nos últimos seis meses como ele deveria. E ele sabe disso", afirmou Becker.

"Acho que os últimos seis meses foram muito desafiadores. Nossas mãos estavam um pouco atadas porque não conseguimos realizar o trabalho que queríamos. Esse sucesso não acontece apertando um botão. Você precisa trabalhar muito porque seus adversários também estão fazendo o mesmo", completou o alemão.

Após conquistar o título de Roland Garros, em junho, Djokovic teve uma grande queda de rendimento. Foi eliminado na terceira rodada de Wimbledon, na primeira rodada da Olimpíada do Rio de Janeiro e não conquistou mais nenhum título.

"Ser um tenista é provavelmente uma das profissões mais egoístas no esporte, porque precisa ser só você. E ele é um cara de família, que precisou deixar a sua de lado por um tempo. Mas isso não podia ser para sempre", disse Becker.

"Tenho certeza que ter perdido o número 1 do mundo para Andy Murray vai machucá-lo", analisou.

Becker afirmou também que a separação de Djokovic foi tomada após uma decisão em conjunto.

"Uma decisão como esta não acontece da noite para o dia", afirmou.

O sérvio, que é treinado também por Marian Vajda, não anunciou se contratará mais um treinador.

Quer receber notícias de tênis de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo