Topo

Esporte

Meditação e banana com mel. Os segredos de Bia Maia para subir no ranking

Divulgação
Imagem: Divulgação

Fábio Aleixo

Do UOL, em São Paulo

09/12/2016 06h00Atualizada em 12/12/2016 10h27

Aos 20 anos de idade, Beatriz Haddad Maia – a Bia Maia – vive o melhor momento de sua carreira. Após diversos altos e baixos e até a incerteza se poderia continuar jogando tênis por causa de um problema na coluna em 2013, a jovem fechou a temporada de 2016 com dois títulos consecutivos (nos ITFs de Scottsdale e Waco). Com as conquistas, chegou a ocupar temporariamente pela primeira vez na vida o posto de número 1 do Brasil - que acabou perdendo na sequência para Paula Gonçalves. No ranking mundial, a tenista ainda tem muitos degraus a galgar: ocupa apenas a 172ª colocação, com 324 pontos. Está a 334 de conseguir entrar no Top 100.

Para dar os próximos passos, Bia já treina pesado na pré-temporada e segue com uma rotina que lhe rendeu grandes resultados neste ano. Uma dieta regrada e exercícios para a mente. "Faço um trabalho de meditação todos os dias. Acredito que foi o que mais me ajudou mentalmente e mais teve influência (nesta fase de ascensão)", contou em entrevista ao UOL Esporte.

Na parte alimentar, algo que ajuda bastante a tenista a evitar lesões e ter problemas físicos - como cãibras, por exemplo - é a ingestão diária de banana com mel. "Diria que devo comer no mínimo umas cinco bananas com mel por dia (risos)".

"Faz cerca de um ano que começamos o trabalho com ela e o resultado tem  sido muito bom. Esta ingestão de banana com mel é importante para a parte muscular. Os músculos se alimentam de glicose, mas quando ela não está no organismo, o músculo começa a comer ele mesmo e aparecem as lesões", explicou o bioquímico Alexandre Cosendey, que trabalha com Bia na Academia Tennis Route, no Rio de Janeiro.

"Poderia ser qualquer alimento rico em glicose, mas escolhemos a banana com mel pois é algo fácil de se encontrar em qualquer parte do mundo", completou Cosendey.

O objetivo de Bia, muito mais do que fazer projeção de ranking, é estar sempre no auge da forma física e evitar o que aconteceu em uma derrota marcante no Aberto do Rio de 2015, quando teve três match points contra a italiana Sara Errani para avançar à final e acabou sucumbindo a cãibras.

"Meu próximo objetivo ainda é cuidar do meu físico, sempre tendo ele como prioridade. E continuar dia a dia fazendo o meu melhor, focada, trabalhando duro, com paciência que acredito que os resultados podem vir. Não gosto de criar expectativas em relação a ranking e pontos, mas sei que tudo é possível, principalmente no tênis, onde tudo pode acontecer em uma partida", afirmou.

Bia já tem data para começar a temporada de 2017. Será no WTA de Shenzhen (CHN), que tem início em 2 de janeiro. Ela recebeu um convite da organização por intermédio da IMG, empresa que agencia a sua carreira desde o ano passado e cuida de nomes como Novak Djokovic e Maria Sharapova.

"A IMG está sempre acompanhando minha carreira, dia a dia, eles tem uma ótima estrutura em Bradenton (EUA). É muito importante também poder treinar lá com as meninas que jogam os mesmos torneios que eu. Estamos sempre tomando as decisões fora de quadra juntos", disse Bia.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte