Esporte

Federer bate Wawrinka, vai à final na Austrália e agora espera por Nadal

Do UOL, em São Paulo

26/01/2017 09h41

A final dos sonhos dos fãs de tênis entre Roger Federer e Rafael Nadal está muito perto de acontecer no Aberto da Austrália. Nesta quinta-feira, o suíço superou Stan Wawrinka e avançou à decisão do torneio pela sexta vez na carreira. Já o espanhol precisará superar o búlgaro Grigor Dimitrov nesta sexta-feira para reeditar uma final em Grand Slams que não ocorre desde 2011, em Roland Garros.

No duelo com Wawrinka, que teve 3h05min de duração Federer fez 3 sets a 2, com parciais de 7/5, 6/3, 1/6, 4/6 e 6/3.

A vitória faz Federer voltar a uma decisão após pouco mais de um ano. A última havia sido no ATP 250 de Brisbane, em janeiro do ano passado, quando acabou com o vice-campeonato.

No Aberto da Austrália, ele não alcançava a final desde 2010, quando foi campeão ao superar o britânico Andy Murray. Em 2016, ele foi eliminado na semifinal.

No total, são agora 28 finais de Grand Slams, com 17 títulos conquistados, um recorde absoluto. Sua última final havia sido no Aberto dos Estados Unidos, em 2015, quando acabou derrotado.

"Eu senti que as coisas aconteceram muito rápido. Me sinto incrível. Nem em meus sonhos mais loucos eu poderia imaginar chegar tão longe", afirmou o suíço que ficou seis meses parado por causa de uma lesão no joelho.

O triunfo desta quinta-feira em Melbourne foi o 19º de Federer sobre o compatriota em 22 duelos já disputados desde 2005. 

Em que pese a derrota, Wawrinka ganhará uma posição e irá ao terceiro posto no ranking mundial a ser divulgado na segunda-feira.

Absoluto nos dois primeiros sets

Federer foi dominante nas duas primeiras parciais. Sacando bem e com boas subidas à rede, ele não deu chances a Wawrinka. Não à toa confirmou todos os seus saques e conseguiu fazer 2 a 0 com uma certa tranquilidade. Agressivo, distribuiu 22 winners. Em compensação, cometeu 23 erros não-forçados. Estes erros, entretanto, não o impediram de abrir uma boa vantagem no marcador.

Wawrinka fica louco ao ser quebrado e destrói raquete

Ao ter o seu serviço quebrado no segundo set e ver Federer fazer 4 a 2, Wawrinka ficou raivoso. E ele descontou a sua ira na raquete, quebrando-a com o joelho.

REUTERS/Thomas Peter
Raquete ficou completamente detonada Imagem: REUTERS/Thomas Peter

Parada médica, vestiário e atropelo no 3º set

REUTERS/Jason Reed
Imagem: REUTERS/Jason Reed

Entre o segundo e o terceiro set, Wawrinka chamou o fisioterapeuta e pediu atendimento médico no joelho direito. Ele foi ao vestiário e voltou à quadra com uma atadura no local.

A parada acabou lhe sendo benéfica. Na volta, o panorama da partida mudou por completo. Wawrinka fez o que não havia conseguido até então. Quebrou o saque de Federer em duas oportunidades e fez 6 a 1.

Wawrinka eleva nível e deixa tudo igual

O triunfo no terceiro set não foi um mero acidente de percurso. Wawrinka ganhou moral, elevou seu nível e passou a incomodar Federer. Agressivo, ele já saiu quebrando o saque do adversário, mas não confirmou o seu. 

Ainda assim, Wawrinka se manteve firme e com uma nova quebra no nono game, fez 5 a 4 para na sequência sacar e fechar em 6 a 4, deixando tudo igual.

Federer para o jogo e também vai para o vestiário

 REUTERS/Jason Reed
Imagem: REUTERS/Jason Reed

Após perder o quarto set, foi a vez de Federer pedir a presença do fisioterapeuta e ir ao vestiário para receber atendimento médico. Após o jogo, afirmou estar com um problema na perna.

"Eu tinha um problema na perna ao longo da semana e senti um pouco. Nunca peço tempo médico. Se você sai da quadra significa que o problema é na parte de cima", disse sem especificar onde foi o problema.

Wawrinka ficou na quadra fazendo exercícios para não perder o aquecimento.

Wawrinka perde chances e se complica com dupla falta

Wawrinka teve duas oportunidades cruciais para quebrar o saque de Federer e passar a mandar de vez na partida. Mas perdeu ambas, uma no primeiro e outra no quinto game. 

Na única chance de quebra que Federer teve no set, contou com uma enorme contribuição do rival que cometeu uma dupla falta ao sacar no meio da rede. Com 4 a 2 no placar, o ex-líder do ranking sacou na sequência para abrir 5 a 2. A dramaticidade que o jogo ganhou enervou até a esposa de Federer.

Com 5 a 3 no placar, Federer sacou para fechar a partida e se garantir na final e não vacilou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo