Convites a Sharapova após doping podem fazer WTA mudar regras

Do UOL, em São Paulo

  • AFP PHOTO / WILLIAM WEST

Suspensa por doping desde janeiro de 2016, Maria Sharapova fará seu retorno às quadras em 26 de abril no WTA de Stuttgart. Sem ranking, foi convidada pelos organizadores. Também já foi convidada para os torneios de Madri e Roma, o que gerou críticas de diversos tenistas, entre os principais deles Andy Murray e Caroline Wozniacki.

E por causa destas críticas e de tantos convites já dados, a WTA (Associação Feminina de Tênis) não descarta estudar mudança nas regras dos wild cards. Foi isso que afirmou Steve Simon, chefe da entidade, à BBC.

"Toda regra  é vista e revista e estou seguro, e estou certo que esta será uma delas. Se os membros quiserem que vejamos esta regra, o faremos. São assim que as coisas funcionam", afirmou.

Apesar de se mostrar aberto à discussão, Simon diz ser contra uma mudança de regra em relação a convites a atletas que foram suspensos por doping e já cumpriram totalmente a pena.

"Minha opinião é que (a regra) não deveria ser ajustada a não ser que alteremos toda a regra de wild card aplicada em outra situações. Penso que a suspensão já é algo condizente com uma ação que ocorreu".

"Maria cumpriu uma suspensão de 15 meses, não recebeu dinheiro, perdeu todos seus pontos no ranking e a premiação do Aberto da Austrália de 2016. Então ela já teve uma pena significativa para as suas ações", completou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos