Tênis

Em Madri, Sharapova perde de tenista canadense que a chamou de trapaceira

Julian Finney/Getty Images
Eugenie Bouchard e Maria Sharapova se cumprimentam após partida em Madri Imagem: Julian Finney/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

08/05/2017 18h02

Crítica do retorno da russa Maria Sharapova às quadras, a canadense Eugenie Bouchard, número 60 do ranking da WTA, teve como adversária nesta segunda-feira (8), no aberto de Madri, ninguém mais ninguém menos do que a atleta que passou meses suspensa por doping. O duelo na segunda rodada da competição espanhola foi tenso e contou com bastante vibração de ambas as atletas, terminando com vitória de Bouchard por 2 sets a 1, parciais de 7/5, 2/6 e 6/4 após 2h51min de jogo.

Bouchard não vacilou no primeiro set contra a russa, fechando a equilibrada parcial em 7/5. No segundo, no entanto, Sharapova cresceu contra a canadense e conseguiu as quebras necessiárias para fechar em 6/2.

A tensão da partida se estendeu à parcial decisiva, onde ambas as tenistas tiveram chances de quebras no primeiro serviço das adversárias – sem sucesso. Na segunda ocasião em que Sharapova sacou, Bouchard teve duas oportunidades para fechar o game, mas deixou a russa reagir e retomar a frente.

Na sequência, Sharapova teve três chances de quebra, mas Bouchard salvou todas elas e empatou a parcial em 2 a 2. No game seguinte, foi a russa que teve que se defender de três break points seguidos para confirmar mais um serviço. A canadense confirmou seu serviço sem maiores problemas no sexto game e confirmou o break no sétimo.

Em vez de abrir caminho para vitória, Bouchard não foi capaz de confirmar o saque no game seguinte. Sharapova deixou tudo igual, mas assim com a canadense vacilou na hora de abrir a vantagem. Com novo break, Bouchard dependia da confirmação de seu serviço para fechar a partida – e foi o que ela fez.

Relembrando a polêmica

Há pouco menos de duas semanas, Bouchard criticou duramente a permissão para que Sharapova voltasse a competir. “Eu não acho que um trapaceiro, em qualquer esporte, deveria ser autorizado a jogar num evento novamente. É tão injusto com todos os outros atletas que fazem o caminho certo e são honestos”, disse, na ocasião.

“Eu acho que a WTA envia a mensagem errada para as crianças. Não é certo. Eu posso dizer que Sharapova é uma pessoa que eu não olho mais na cara”, completou.

Apesar das declarações ácidas contra a russa e da afirmação de que não olharia mais na cara de Sharapova, Bouchard voltou atrás e cumprimentou sua adversária após a vitória.

Nas oitavas de final do aberto de Madri, Bouchard terá pela frente a alemã Angelique Kerber, cabeça de chave número 1 do torneio.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

AFP
Blog Saque e Voleio
Redação
Blog Saque e Voleio
EFE
Fernando Meligeni
Redação
Redação
Redação
Redação
Blog Saque e Voleio
EFE
Redação
Fernando Meligeni
Redação
Blog Saque e Voleio
EFE
Fernando Meligeni
UOL Esporte
Redação
Blog Saque e Voleio
EFE
AFP
EFE
Fernando Meligeni
Blog Saque e Voleio
Fernando Meligeni
Redação
AFP
Redação
AFP
EFE
EFE
EFE
EFE
EFE
EFE
Redação
UOL Esporte
Redação
Redação
Fernando Meligeni
Redação
EFE
EFE
Blog Saque e Voleio
EFE
Revista Tênis
Redação
Revista Tênis
Redação
Topo