Topo

Tênis

McEnroe lamenta polêmica com Serena, mas se nega a pedir desculpas

Chris Trotman/Getty Images/AFP
O ex-tenista e hoje comentarista americano John McEnroe causou polêmica Imagem: Chris Trotman/Getty Images/AFP

Do UOL, em São Paulo

29/06/2017 07h43

John McEnroe não se arrepende de suas palavras sobre Serena Williams. Após afirmar que a americana seria apenas a número 700 do mundo se jogasse no circuito masculino, o ex-tenista lamentou a proporção da polêmica causada pela declaração, mas se negou a pedir desculpas por ela.

"Eu simplesmente não vi isso em nenhum outro esporte e não vi no tênis. Suponho que seja possível qualquer coisa em algum momento", disse McEnroe, referindo-se a duelos entre homens e mulheres.

"Por que não combinar? Simplesmente resolve o problema. Tenho certeza de que os homens seriam a favor disso. Homens e mulheres jogam juntos, e então não precisaremos mais adivinhar", sugeriu, de acordo com reportagem da "ESPN", emissora americana em que o ex-tenista trabalha como comentarista.

McEnroe causou polêmica ao afirmar que Serena seria apenas a número 700 do mundo se jogasse o circuito masculino e que poderia vencer a tenista mesmo aos 58 anos de idade. A americana respondeu, dizendo que a opinião do compatriota não é baseada em fatos.

De acordo com McEnroe, Donald Trump, presidente dos Estados Unidos, propôs que o ex-tenista enfrente Serena em desafio após a polêmica.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!