Topo

Tênis

Venus Williams se envolveu em acidente de carro fatal nos EUA em 9 de junho

Andrew Couldridge/Reuters
Imagem: Andrew Couldridge/Reuters

Do UOL, em São Paulo

29/06/2017 18h42

A polícia do Estado da Florida (EUA) informou nesta quinta-feira que a tenista Venus Williams, 11ª colocada do ranking da WTA, se envolveu em um acidente de carro. A colisão com outro veículo, ocorrida no dia 9 de junho, deixou uma pessoa morta.

Em seu depoimento à polícia, a tenista de 37 anos afirmou que tentou atravessar a pista antes de o sinal do semáforo mudar, mas envolvida pelo tráfego na região de Palm Beach Gardens, perto de sua residência, não conseguiu desviar em tempo.

De acordo com o site TMZ Sports, a vítima fatal se chama Jerome Barson, de 78 anos, que morreu duas semanas após o acidente de traumatismo craniano. Sua mulher, que dirigia o veículo, teve alguns ossos quebrados, mas sobreviveu.

Em um comunicado, a defesa da tenista lamentou a tragédia. "Este é um acidente infeliz e Venus expressa suas mais profundas condolências à família que perdeu um ente querido". Posteriormente, o advogado da tenista, Malcolm Cunningham, negou que a norte-americana tenha atravessado o farol vermelho e disse que ela estava dirigindo a 8 km/h no momento do acidente.

“Senhora Williams passou pelo cruzamento no farol verde. O relatório da polícia estimou que a senhora Williams estava trafegando a 5 milhas por hora (8 km/h) quando o senhor Barson bateu no carro dela. Autoridades não expediram nenhuma citação ou violação de trânsito a senhora Williams. Este foi um infeliz acidente, e Venus expressa suas mais profundas condolências à família que perdeu um ente querido”.

Os oficiais concluíram inicialmente que Williams foi a culpada porque violou o direito do outro veículo em passar pelo cruzamento, mas o acidente ainda segue em investigação. A polícia também informou não ter encontrado evidências de que a tenista estava dirigindo sob efeito de álcool, drogas ou distraída por algum dispositivo eletrônico.

 

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!