Topo

Esporte

Djokovic pode parar por até três meses por lesão e desistir da temporada

Matthew Childs/Reuters
Djokovic abandonou a partida contra Tomas Berdych em Wimbledon Imagem: Matthew Childs/Reuters

Do UOL, em São Paulo

24/07/2017 12h29

O que era uma hipótese se confirmou. Novak Djokovic terá que parar por até 12 semanas por conta de uma lesão no cotovelo, a mesma que o tirou de Wimbledon. E essa é o melhor dos cenários. O número 4 do ranking da ATP ainda corre o risco de ficar fora do restante da temporada.

“Ele deve ficar sem treinar de seis a 12 semanas”, disse o ortopedista Zdenko Milinkovic, que cuida da equipe sérvia na Copa Davis. O médico explicou que outros trabalhos relacionados a parte física estão liberados.

O jornal sérvio Sportski zurnal explica que é praticamente certeza que Djokovic não disputará o Aberto dos Estados Unidos, no final de agosto, nem jogador com a equipe da Sérvia na final da Copa Davis, em setembro.

Por conta da lesão, poderia ser opção do tenista deixar a temporada e tratar o cotovelo para que volte 100% em 2018. Isso significaria uma queda no ranking.

O médico de Djokovic explicou ainda que a lesão ocorre por conta do grande esforço físico e pouco descanso. Milinkovic também não descarta uma cirurgia, que seria a última opção para tratar o tenista.

Djokovic deixou Wimbledon ao desistir da partida contra Tomas Berdych exatamente por causa das dores no cotovelo. 

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte