Tênis

Brasileiro se desculpa por gesto considerado racista na Davis, mas é punido

Reprodução
Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

16/09/2017 07h35Atualizada em 16/09/2017 11h47

Derrotado na primeira partida do duelo entre Brasil e Japão pela repescagem da Copa Davis, Guilherme Clezar se viu no meio de uma polêmica. O tenista foi acusado de discriminação por causa de um gesto feito em direção à arbitragem asiática durante a derrota para Yuichi Sugita, na última sexta-feira (15).

Durante a partida, Clezar esticou os olhos com os dedos como forma de protesto em relação a uma marcação errada do árbitro de linha. No lance, a bola havia atingido a linha, mas o juiz marcara bola fora. Na sequência, o desafio eletrônico mostrou que a bola foi dentro.

Em suas redes sociais, Clezar pediu desculpas pelo gesto e afirmou não ter tido a intenção “de ser agressivo, racista, preconceituoso ou qualquer coisa do tipo com o povo asiático”.

Neste sábado, a Federação Internacional de Tênis (ITF) anunciou que o tenista foi multado em US$ 1,5 mil (R$ 4,8 mil) por causa do gesto. “A ITD condena todo tipo de comportamento ofensivo”, diz a entidade na nota oficial.

O Brasil está em situação delicada no duelo com o Japão. Com 2 a 0 contra na disputa, a equipe brasileira pode ser eliminada já neste sábado, no jogo entre os duplistas Marcelo Melo e Bruno Soares, que enfrentam Ben McLachlan e Yasutaka Uchiyama.

Confira a nota oficial de Guilherme Clezar:

“Ao acordar aqui no Japão tomei conhecimento de que o gesto que fiz no jogo de ontem foi interpretado de forma equivocada. Quero aqui ressaltar que nunca, jamais, tive a menor intenção de ser agressivo, racista, preconceituoso ou qualquer coisa do tipo com o povo asiático.

Fomos extremamente bem recebidos por aqui e mantenho uma excelente relação com todos os tenistas das mais diversas nações do circuito. Mesmo não tendo intenção preconceituosa, reconheço que o gesto feito não condiz com atitudes de respeito, zelo, solidariedade, emoção e tantas outras coisas que o esporte transmite para nós.

Quem convive comigo sabe o quanto sou respeitoso e prezo pela educação, bons modos e zelo nas relações humanas. Por isso, venho expressar meu arrependimento e pedir minhas mais sinceras desculpas. Minha vontade era poder me desculpar pessoalmente com cada um, mas infelizmente isso não é possível.

Sigo respeitando ainda mais a condição de representante do nosso país nesse confronto, bem como toda a população asiática, pela qual nutro muita consideração e respeito, tanto pela maneira como nos receberam como por toda sua história. Prometo que aprenderei com isso e jamais tomarei qualquer atitude assim mais uma vez.

Espero, do fundo do coração, que este ato errado de minha parte seja perdoado. Agora vamos torcer pelos meninos hoje (sábado) e entrar com tudo amanhã (domingo) parar virarmos esse confronto!”.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Redação
Redação
UOL Esporte
Redação
EFE
Redação
Blog Saque e Voleio
Fernando Meligeni
AFP
Blog Saque e Voleio
AFP
Redação
Blog Saque e Voleio
Redação
Blog Saque e Voleio
Redação
Blog Saque e Voleio
Redação
UOL Esporte
Blog Saque e Voleio
Redação
Blog Saque e Voleio
EFE
UOL Esporte - Futebol
Blog Saque e Voleio
UOL Esporte
Redação
EFE
Blog Saque e Voleio
Blog Saque e Voleio
Redação
UOL Esporte
Redação
AFP
EFE
Redação
Blog Saque e Voleio
Redação
UOL Esporte
Redação
EFE
Redação
UOL Esporte
Redação
AFP
Redação
Redação
Blog Saque e Voleio
Redação
Fernando Meligeni
Topo