Topo

Tênis

Thomaz Bellucci é pego no antidoping e suspenso por cinco meses

Michael Steele/Getty Images
Thomaz Bellucci em ação contra Sebastian Ofner em Wimbledon Imagem: Michael Steele/Getty Images

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo (SP)

04/01/2018 17h13

O tenista brasileiro Thomaz  Bellucci foi flagrado em um exame antidoping e suspenso por cinco meses do circuito da ATP. Número 112 do ranking mundial do tênis, o atleta testou positivo para substância do hidroclorotiazida, diurético que pode ser usado para mascarar o uso de outros produtos que melhorem a performance de atletas.

A reportagem do UOL Esporte confirmou a informação com Bichara Neto, sócio do escritório que fez a defesa do tenista. Segundo o advogado, Bellucci contraiu a substância em um suplemento vitamínico consumido, fruto de contaminação no laboratório de manipulação.

Fora de atividade desde agosto, quando caiu na estreia do US Open, Bellucci ficou suspenso preventivamente até o final da temporada e estará habilitado para retornar a jogar no início de fevereiro – a punição termina no dia 31 de janeiro.

A irregularidade foi constatada em julho, na disputa do ATP 250 de Bastad, na Suécia. O tenista disputou somente uma partida no torneio: derrota na primeira rodada para o alemão Dustin Brown. Em setembro, Bellucci anunciou que não disputaria a Copa Davis pelo Brasil, sob a alegação de “precisar se recuperar para voltar ao circuito”.

Em comunicado divulgado nesta quinta-feira, Bellucci tratou de atacar o laboratório de manipulação responsável pelo suplemento. O tenista brasileiro prometeu entrar na Justiça contra a empresa, apesar da punição branda por parte da ITF (Federação Internacional de Tênis).

“Fiquei muito chocado com tudo isso que aconteceu, e tomarei todas as medidas judiciais contra a farmácia de manipulação e responsáveis por este erro que prejudicou a minha carreira, além de denunciá-los aos órgãos competentes”, assegurou o tenista brasileiro.

“Perdi meses importantes para mim no circuito e agora é bola para frente. Já estou indo para os Estados Unidos para treinar e não vejo a hora de voltar a competir”, encerrou Thomaz Bellucci.

Horas depois do anúncio por parte do tenista, a ITF oficializou o resultado positivo do doping. Na nota divulgada à imprensa, a entidade justifica que o caso não foi divulgado antes porque Bellucci negou que tenha usado a substância com consentimento.

As regras da federação só permitem o anúncio de uma punição simultaneamente ao início da suspensão quando o atleta confessa o uso deliberado de substâncias proibidas.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!