Topo

Esporte

Azarenka vence na volta ao tênis após disputa por guarda de filho

Matthew Stockman/Getty Images/AFP
Victoria Azarenka em ação durante jogo contra Heather Watson pelo WTA de Indian Wells Imagem: Matthew Stockman/Getty Images/AFP

Do UOL, em São Paulo

09/03/2018 10h21

Na noite dessa quinta-feira (8), a ex-número 1 do mundo Victoria Azarenka venceu a britânica por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/2, em jogo válido pela WTA de Indian Wells. Foi a primeira partida da bielorrussa desde julho do ano passado – no período, a tenista teve de batalhar pela guarda do filho Leo.

Azarenka estava impedida de deixar o estado da Califórnia enquanto não houvesse acordo na disputa com Billy McKeague, pai do menino. O problema fez com que a tenista recusasse convite para jogar o Aberto da Austrália deste ano.

O panorama mudou em janeiro, quando Azarenka viu corte da Califórnia desvincular o caso do estado, em decisão que favoreceu a tenista. Na Bielorrússia, ela teve seu pedido de custódia do garoto aprovado.

"Não desejaria isso para ninguém, passar pelo que eu estava passando, mas é parte da vida, e também há bênçãos nesta situação para mim. Mas definitivamente foi, e ainda é, uma situação difícil, e é difícil se concentrar apenas em jogar tênis. Provavelmente nunca vou me concentrar em apenas jogar tênis sendo mãe, e no geral ter coisas extras desnecessárias definitivamente não é mais fácil. Mas eu não diria que é tempo perdido. É lamentável, mas é parte da vida. Ainda tenho 28 anos e recentemente tivemos líderes do ranking com mais de 30, então está tudo bem", disse Azarenka, segundo reportagem do site "Sports 360".

O retorno às quadras se deu em torneio que desperta boas lembranças em Azarenka. Em 2016, a tenista se sagrou campeã da WTA de Indian Wells. Para voltar, a bielorrussa contou com o apoio de uma ex-rival: a americana Serena Williams, que também acaba de retomar sua carreira após ter sido mãe.

"Ela tem sido muito solidária durante toda essa situação, enviando mensagens realmente agradáveis e com certeza encorajadoras. Estou muito orgulhosa dela, sou muito favorável ao que ela está fazendo e acho que sua filha é adorável e que temos outra conexão muito mais profunda do que o tênis", declarou Azarenka. 

Mais Esporte