Topo

Esporte

K. Anderson vira jogo de cinco sets e elimina Federer; Djoko também avança

Andrew Boyers/Reuters
Roger Federer em ação contra Kevin Anderson em Wimbledon Imagem: Andrew Boyers/Reuters

Do UOL, em São Paulo

11/07/2018 11h44

Roger Federer deu indícios de que venceria fácil, inclusive sem perder nenhum set, mas, ao desperdiçar a chance de fechar o jogo, viu Kevin Anderson empatar e virar nesta quarta-feira (11), pelas quartas de final de Wimbledon. O sul-africano bateu o suíço na quadra 1 por 3 sets a 2, parciais de 2/6, 6/7 (5), 7/5, 6/4 e 13/11.

O número 2 do mundo teve a chance de fechar o jogo no terceiro set, mas vacilou e deu espaço e confiança a Anderson, que começou a forçar mais os ataques. No longo quinto set, o sul-africano quebrou um serviço para fechar o jogo de 4h30 e avançar para a semifinal.

Com a virada impressionante, o sul-africano se iguala ao francês Jo-Wilfried Tsonga, que bateu o suíço da mesma maneira (virando um 2 a 0) no torneio de 2011 de Wimbledon.

Ele, agora, espera o vencedor do confronto entre o canadense Milos Raonic e o norte-americano John Isner, que acontece também nesta quarta.

Mais cedo, Djokovic foi consistente e também se garantiu nas semifinais

Novak Djokovic foi o primeiro tenista a se garantir na semifinal de Wimbledon. Nesta quarta-feira, na quadra central, o sérvio bateu o japonês Kei Nishikori por 3 sets a 1, parciais de 6/3, 3/6, 6/2 e 6/2, pelas quartas de final do torneio.

Dessa forma, o número 21 do mundo supera a sua última participação em Wimbledon, quando foi às quartas em 2017, mas acabou desistindo por dores no cotovelo. Agora, ele espera o vencedor do confronto entre o espanhol Rafael Nadal e o argentino Juan Martin Del Potro, que acontece também nesta quarta-feira.

Djokovic, que aos poucos vem recuperando a boa forma, se utilizou de um dos seus melhores recursos, a devolução, para bater Nishikori. Após quebrar o serviço no primeiro set, ele viu seu rival dar o troco e fechar o segundo. Em seguida, o sérvio passou a ter o controle da partida e venceu com certa facilidade. Djokovic busca o quarto título do Grand Slam britânico.

Agora, o sérvio encara Rafael Nadal na semifinal do torneio. O espanhol venceu o argentino Juan Martin del Potro por 3 set a 2 em uma partida com mais de quatro horas e meia de duração.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte