! Guga confirma que só volta em março e faz teste nos EUA - 01/12/2004 - UOL Esporte - Tênis

UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  01/12/2004 - 16h20
Guga confirma que só volta em março e faz teste nos EUA

Da Redação
Em São Paulo

O tenista Gustavo Kuerten afirmou nesta quarta-feira, por meio de sua assessoria de imprensa, que só deve voltar às quadras em março, confirmando a previsão mais conservadora feita pelo médico do jogador após a cirurgia no quadril, realizada no dia 21 de setembro.

Com isso, o tenista catarinense não poderá defender o título do Aberto do Brasil, torneio que será realizado na Costa do Sauípe (BA), entre os dias 14 e 20 de fevereiro. Neste ano, ele ganhou seu segundo título no país ao bater o argentino Agustín Calleri na decisão.

Arquivo 
Guga saca na partida contra Juan Ignacio Chela, a última que fez na temporada
Guga será avaliado para saber se já está apto a voltar a treinar. O tenista viaja nos próximos dias para Pittsburgh, nos EUA, para ser examinado pelo médico Marc Philippon, que operou o quadril do jogador.

"Vou fazer uns testes pra ver se já dá pra adaptar ao tênis devagarzinho. Mas pensar em campeonato, só em março ", afirmou Guga, que não joga desde o desafio entre Brasil e Argentina, no dia 18 de setembro.

Após a cirurgia, o jogador havia dito que o tempo previsto para sua recuperação completa era de três a seis meses. Agora, Guga já aceita voltar apenas no final de março, meio ano após sofrer sua segunda cirurgia reparadora no quadril.

Guga afirmou que vai conversar com Philippon para pedir para voltar aos treinos. "Se tiver autorização, vou entrar num estágio de mais força, sem começar a treinar, mas já fazendo uns exercícios mais específicos", disse.

De acordo com Guga, o trabalho de recuperação tem transcorrido normalmente. "É um pouco monótono às vezes, porque não posso surfar, sair correndo pra lá e pra cá", reclamou.

Lado pessoal
O que restou para Guga se entreter durante este período "de molho", foram a leitura, o jogo de xadrez e a decoração de sua casa. "Estou aproveitando (o afastamento das quadras) para curtir esse lado pessoal. A época foi boa, e vou dar tempo ao tempo".

Apesar da intenção de pedir ao médico a liberação para voltar a treinar nos próximos dias, Guga sabe que dificilmente estará pronto para forçar a região lesionada. "De repente, vou voltar a treinar só no ano que vem", afirmou. "Mas a pior parte, aquela fase das muletas, que eu não podia fazer muita coisa sozinho, já passou".

Ex-líder ranking mundial, Guga já despencou nas listas da ATP desde que parou de jogar, mas diz que não se preocupa com o status. "A tendência é naturalmente eu ir me acomodando entre os melhores de novo. Hoje em dia luto contra a minha reabilitação, não contra os adversários. O ranking agora é o da evolução que eu tenho a cada semana", disse Guga, atual número 40 no ranking de entradas da ATP.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias