! Argentino Mariano Hood admite ter sido flagrado em doping - 06/10/2005 - UOL Esporte - Tênis
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  06/10/2005 - 20h07
Argentino Mariano Hood admite ter sido flagrado em doping

Das agências internacionais
Em Buenos Aires (Argentina)

O argentino Mariano Hood, de 32 anos de idade, reconheceu, nesta quinta-feira, que foi notificado pela Federação Internacional de Tênis (ITF) que teve exame antidoping positivo no último Torneio de Roland Garros.

"Fui notificado do doping há duas semanas. Falei com meus advogados, e eles vão responder à ITF", afirmou Hood, número 26 do ranking mundial de duplas, em entrevista a uma rádio argentina.

Esse caso aparece em meio a uma acusação contra Mariano Puerta, décimo colocado do ranking mundial, no mesmo Aberto da França. O jornal francês L'Equipe publicou que o argentino foi flagrado no exame após perder a final para o espanhol Rafael Nadal.

"Isso é difícil, mas não quero fazer mais comentários até daqui a uma semana, quando eu conhecer melhor a história e, assim, conceder uma entrevista coletiva", explicou o tenista.

Segundo o jornal argentino "La Nación", Hood teve exame positivo para a droga finasteride, que é utilizada para tratamento de queda de cabelo.

Se a suspeita em torno de Puerta for confirmado, a Argentina acumulará três casos de doping em 2005, contando também o de Hood e o de Guillermo Cañas, que já cumpre suspensão por dois anos por ter sido flagrado em fevereiro, durante o Torneio de Acapulco.

A droga finasteride foi incluído entre as substâncias proibidas em novembro de 2004 pela Agência Mundial Antidoping. Pode ser utilizada para mascarar outras substâncias, e o consumo da droga pode dar suspensão de até dois anos.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias