UOL Esporte Tênis
 
27/09/2009 - 09h46

Japonesa torna-se a 2ª jogadora mais velha a levar um título da WTA

Das agências internacionais
Em Seul (CDS)
Na véspera de completar 39 anos, a japonesa Kimiko Date Krumm conquistou um belo presente de aniversário. Neste domingo, a atual número 155 do mundo venceu com um duplo 6-3 a espanhola Anabel Medina Garrigues, segunda cabeça-de-chave do Torneio de Seul, e faturou o título da competição sul-coreana.

AP Photo/ Lee Jin-man
Kimiko Krumm levanta o troféu do Torneio de Seul, na véspera de seu 39º aniversário
VEJA MAIS FOTOS DA CONQUISTA
TÓQUIO: DIA DE SUGYIAMA E IVANOVIC
LEIA MAIS NOTÍCIAS DE TÊNIS
De quebra, a japonesa tornou-se a jogadora mais velha a levantar uma taça em torneio da WTA (o circuito profissional feminino) desde que a lendária Billie Jean King venceu o Torneio de Birmingham, em 1983, aos 39 anos, 7 meses e 23 dias de idade.

Krumm abandonou as quadras em 1996, com apenas 26 anos de idade, mas decidiu voltar às competições no ano passado. O título obtido neste domingo foi o primeiro desde que retomou a carreira e o oitavo de toda a sua jornada no tênis.

"Eu estou muito feliz, é claro", exaltou a japonesa após a vitória sobre Medina Garrigues. "Eu percebi mais uma vez após o jogo de hoje que nós não sabemos nada sobre tênis até que realmente joguemos".

Em sua campanha em Seul, Krumm deixou diversas favoritas para trás. Além de vencer a espanhola na final, ela já havia despachado a russa Maria Kirilenko, campeã no ano passado, e a eslovaca Daniela Hantuchova, nada menos do que a primeira cabeça-de-chave do torneio.

O título conquistado na Coreia do Sul encorajou ainda mais a japonesa a seguir no circuito, independentemente da idade. Mas ela admitiu que a vida pessoal pode frear seu ímpeto de jogadora. "Eu acho que não terei problemas, em relação a minha forma física, para jogar pelos próximos cinco anos. Mas sabe como é, eu sou casada, tenho que ter filhos e tenho muita coisa a fazer", explicou Krumm, mulher do piloto alemão Michael Krumm, que disputa torneios japoneses. "Acho que ainda jogarei por mais dois anos".

Com a conquista deste domingo, a tenista soma 280 pontos, o que deve alçá-la ao top 100 do ranking mundial.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host