Topo

Esporte


Goleira da seleção brasileira de hóquei morre aos 30 anos na Holanda

Fábio Aleixo

Do UOL, em São Paulo

2015-01-13T11:23:23

13/01/2015 11h23

Inge Joanna Vermeulen, goleira da seleção brasileira de hóquei sobre grama, morreu nesta segunda-feira apenas seis dias após completar 30 anos de idade. A causa da morte não é divulgada pela Confederação Brasileira de Hóquei na Grama, nem pelo seu clube na Holanda, o SCHC. 

Nascida em Americana, no interior de São Paulo, e adotada por um casal de holandeses quando ainda era criança, passou sua infância na cidade de Utrecht e era atleta da equipe brasileira desde 2011. No ano passado, trabalhou como treinadora de goleiros da seleção brasileira masculina de hóquei na preparação para a Liga Mundial. Inge jogou entre 2007 e 2011 pela seleção holandesa e conquistou, inclusive, alguns títulos, com destaque para o Campeonato Europeu de 2009. Ele era considerada uma das cinco melhores na posição.

"Estamos muito tristes e chocados com a morte. Respeitamos a escolha dela e não achamos prudente fazer qualquer outro tipo de comentário", afirmou ao UOL Esporte, Stephan van der Vart, presidente do SCHC.

"Ela era amada por todos no clube, se dedicava ao SCHC 24 horas por dia. Estamos todos em luto", completou o dirigente.

O clube publicou uma nota de pesar em seu site oficial e criou um livro de condolências virtual para os fãs deixarem mensagem. Uma homenagem à atleta está prevista para acontecer nesta terça-feira na sede do SCHC. Seu enterro será realizado no próximo sábado.

A Confederação Brasileira de Hóquei sobre Grama também emitiu uma nota de pesar.

"Inge era muito querida por suas companheiras de time e pelos membros das comissões técnicas das seleções de hóquei, e deixará saudades no hóquei brasileiro.
A CBHG e a comunidade brasileira do hóquei estão de luto e lamentam profundamente o ocorrido", diz trecho do comunicado.

 

 

Mais Esporte