Topo

Esporte


Alpinista brasileiro é resgatado no Everest e esposa se diz aliviada

Divulgação
Brasileiro Rosier Alexandre tentava escalar o Everest pela segunda vez Imagem: Divulgação

Fábio Aleixo

Do UOL, em São Paulo

2015-04-27T09:13:27

27/04/2015 09h13

O alpinista brasileiro Rosier Alexandre, de 46 anos, que estava preso no Monte Everest foi resgatado na madrugada desta segunda-feira. Um helicóptero conseguiu chegar ao Campo 1, localizado a 5.900 metros de altitude, e levar o brasileiro para o Campo Base, de onde partem todas as expedições para a escalada da montanha. Ao chegar ao local, conseguiu localizar o filho Davi, que o acompanha na viagem ao Nepal.

“O Rosier me ligou às 3h30, bem no momento em que estava sendo resgatado. Tivemos um contato bem rápido, pois o barulho do helicóptero era muito alto. Ele me disse que estava muito bem, sem nenhum tipo de ferimento. Depois de encontrar o Davi, ele estava procurando as coisas dele que haviam sido soterradas pela avalanche, como barraca, mochilas e equipamentos eletrônicos. Foi um grande alívio receber esta notícia”, contou ao UOL Esporte, Danubia Pereira, esposa do alpinista.

“Ele me disse que não teve problemas para se alimentar, mas que já estava precisando iniciar um racionamento de água”, completou.

Danubia contou ainda que Rosier precisou caminhar bastante para chegar ao Campo 1, de onde foi resgatado. No momento da avalanche, no sábado, ele estava no Campo 2, a 6.400m de altitude.

Danubia informou ainda que Rosier não dará continuidade à expedição para alcançar o cume do Everest. Nesta segunda, ele e Davi seguem para Gorak Shep, um vilarejo próximo ao Everest e lá deverão permanecer nos próximos dias até descer para Namche Bazaar e depois seguir para Lukla, de onde pretendem pegar um voo para Kathamndu para só então deixar o Nepal. Ainda não há data definida para isso acontecer.

"Este vilarejo no qual ele está agora não foi atingido pelo terremoto e ainda tem água, comida. A situação agora está mais tranquila", disse a esposa.


Segunda chance

Esse foi o segundo ano seguido que Rosier Alexandre tentou escalar o Monte Everest. O projeto do montanhista cearense chamado "7 Cumes" é atingir o topo de seis continentes diferentes. Depois de ter passado por América do Sul (Aconcágua), África (Kilimanjaro), Europa (Elbrus), Oceania (Carstensz), América do Norte (McKinley) e Antártica (Vinson), ele tentou o topo da Ásia (e do mundo) pela primeira vez em 2014.

A tentativa, porém, foi frustrada pelo que era, até então, a maior tragédia da montanha em todos os tempos. Quando estava já no campo base, Rosier teve de cancelar a expedição por conta de uma avalanche que matou 16 pessoas, entre elas três da equipe do brasileiro.

Neste ano, o terremoto assolou o Nepal e afetou também os alpinistas que tentavam subir o Monte Everest. No último sábado, as agências de notícias registravam 18 alpinistas mortos, entre eles um diretor-executivo do Google, Dan Fredinburg. 

Mais Esporte