Esporte

Do terremoto ao sucesso: japonês perdeu tudo e hoje é sinônimo de recordes

Xinhua/Wang Lili
Yuzuru Hanyu é o atual campeão olímpico na patinação no gelo Imagem: Xinhua/Wang Lili

Do UOL, em São Paulo

23/08/2016 06h00

Em 11 de março de 2011, Yuzuru Hanyu tinha 16 anos e treinava patinação artística em Sendai quando o terremoto que deixou mais de 15 mil vítimas fatais destruiu cidades no Japão. Ao ver o ginásio balançar e sentir o gelo sob seus pés tremer, Yuzuru correu: com os patins calçados, saiu em disparada em busca de abrigo. Nada aconteceu com ele, mas o cenário de devastação que se seguiu quase o tirou do esporte.

"Pensei seriamente em deixar a patinação", admitiu o japonês, que ficou três dias com sua família em um abrigo de emergência. A casa dele foi uma das milhares de residências destruídas pelo terremoto e pelo tsunami decorrente do tremor. Yuzuru, no entanto, não desistiu do esporte.

Hoje, não há motivo para se arrepender: ele é sinônimo de vitórias e recordes na patinação artística no gelo. Campeão olímpico de inverno, campeão mundial, do Grand Prix Final, dos Mundiais de juniores...

Segundo sua treinadora, Tracy Wilson, o japonês usou a maturidade forçada pela tragédia como uma de suas melhores características. "Como ele passou por algo tão terrível, ele pôs a patinagem em seu devido lugar e teve uma perspectiva muito melhor de tudo que faz", avaliou ela ao The New York Times.

Yuzuru concorda. "O terremoto mudou totalmente meus valores. Tudo que existe simplesmente existe por sorte. Mais do que nunca, quero que cada dia seja importante", contou o atleta em sua autobiografia, Blue Flames ("Chamas Azuis").

Um sobrevivente do terremoto, o patinador tenta melhorar a vida de quem passou pelo mesmo desespero, mas não prosperou tanto profissionalmente.

Yuzuru é uma celebridade no Japão e tem contratos milionários com patrocinadores, mas faz questão de participar gratuitamente de eventos em prol de vítimas. Sua imagem também é usada para arrecadação de fundos ou outras formas de auxílio. O terremoto de 2011 abalou o país, e também mexeu profundamente com esse patinador.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo